Força Gondomar.


Alguns projectos implementados:

Para quem insinua que Gondomar dorme aqui está a resposta.
Não atacamos com mentiras nem precisamos atacar com verdades que só envergonhavam o PS Gondomar que a vinte anos deixou um passivo de 40 milhões de contos.

Alguns projectos implementados:

Eixo I – Construção da Coesão do Espaço Urbano

Construção do Centro Multivalências de Carreiros;
Construção do Mercado da Areosa;
Construção do jardim de infância da Triana;
Requalificação do espaço envolvente à escola da Boucinha;
Beneficiação da escola pré-primária de Santegãos e espaço envolvente;
Requalificação das Fachadas e do espaço envolvente ao Conjunto Habitacional de Carreiros;
Apoio à integração e mobilidade das pessoas deficientes;
Beneficiação da Rua António Costa Viseu e criação de parque infantil;
Beneficiação de diversos arruamentos na área de intervenção.
URBAN 2 Autocarro Prof_2
Eixo II – Inclusão social e valorização profissional

Acções de formação profissional (agentes de apoio a grandes dependentes, auxiliares de acção educativa, jardineiros);
Autocarro das Profissões;
Prevenir – Diga não à toxicodependência! Centro de Apoio à recuperação de Alcoólicos.
URBAN2 ambiente_2
Eixo III – Revitalização social, cultural e desportiva

Educação Ambiental;
Brincar com artes, ciências, desporto...
LudoBus – Ludoteca itinerante;
Ligação escola-meio;
Crianças e jovens a família;
Redes do saber.
Para mais amplas informações poderá contactar:

Gabinete de Estudos Estratégicos

e-mail: urban.gondomar@mail.sitepac.pt
Telef.: 22 466 05 95 / Fax: 22 466 05 82

EU SEI O QUE QUERO.

Fernando Paulo é a nossa escolha. Fernando Paulo é o candidato de todos que estão cansados de um conselho dividido por pessoas que querem separar Rio Tinto de Gondomar. Fernando Paulo é o candidato que com maioria absoluta mais pudera fazer por TODO Gondomar.



Festival de Música Moderna Portuguesa.



São já 17 as edições do Festival de Música Moderna Portuguesa, uma iniciativa da Associação Festival de Gondomar – que conta com o apoio da Câmara Municipal. Em 17 anos de “palco” para os grupos “menos conhecidos”, já se deu oportunidade a mais de um milhar de bandas de apresentarem as suas músicas e os seus projetos. 
No dia 10 de agosto “sobem” ao palco do anfiteatro do Largo do Souto as bandas “Blackbird Prophet”, “Cavaleiros de Negro”, “Sugiru” e “Kobalamina”. Este ano, como em edições anteriores, o evento conta com a presença de bandas amadoras vindas de quase todo o país. No dia 31 de agosto será conhecido o vencedor do Festival. Até lá, todos os sábados (pelas 21h30) serão uma verdadeira festa da música. 
A iniciativa proporciona a 12 bandas a oportunidade de se darem a conhecer. “Blackbird Prophet”, “Cavaleiros de Negro”, “Sugiru”, “Kobalamina”, “Eterna Saudade”, “Hellcome”, “Sexy and Color”, “Pobres Afortunados”, “Alfayate”, “Mattéria”, “Neverquit” e “Nós” são as 12 bandas escolhidas para esta edição. 

Fonte: C M Gondomar.

Rio Tinto quer.


Junta de Rio Tinto.




Num auditório repleto por cerca de 300 pessoas, Fernando Paulo apresentou ontem, na Escola Secundária de Rio Tinto, a equipa do Movimento Independente Valentim Loureiro Gondomar no Coração à Junta de Rio Tinto. José Santos lidera a lista e deverá ser o próximo presidente da Junta. “José Santos é uma pessoa que eu bem conheço pela sua dedicação às causas comunitárias e pela sua dedicação a Rio Tinto. É um líder, também, habituado a gerir recursos humanos, a moraliza-los, a puxar pelo melhor de cada um. Pessoa bem formada e com um grande amor a Rio Tinto. Reuniu-se de uma equipa de pessoas experientes e capazes, não apenas para ganhar as eleições mas para desenvolver um projecto em sintonia com a Câmara em prol do bem-estar das populações. Não é tarefa fácil, Rio Tinto é uma grande e importante cidade, que precisa de uma lufada de ar fresco e que precisa, sobretudo, de não ser mais usada como trampolim político de ninguém”, disse Fernando Paulo no seu discurso. O candidato à Câmara reconheceu que nem tudo está feito em Rio Tinto e mostrou um discurso ambicioso: “E deixem-me assumir aqui perante todos: talvez a Câmara, nestes 20 anos, não tenha feito tudo quanto os riotintentes esperavam que fizesse por Rio Tinto. Dedicámo-nos à estruturação do concelho, a dotá-lo de vias de comunicação, de transportes, de equipamentos sociais, de escolas. E isso aconteceu também aqui em Rio Tinto. Mas reconheço, pessoalmente, que chegou a hora de dotar Rio Tinto de alguns equipamentos que a referenciem e dignifiquem na dimensão que tem”, concluiu Fernando Paulo.

Fonte: http://fernandopaulo2013.blogspot.pt/

TRABALHO DE 20 ANOS NÃO SE PODE PERDER

Valentim Loureiro anunciou hoje que será candidato à presidência da Assembleia Municipal de Gondomar, integrando as listas do seu movimento, que para a presidência da Câmara contará com Fernando Paulo. O anúncio aconteceu durante a entregue do dossiê de candidatura no Tribunal de Gondomar, esta tarde. O movimento independente Valentim Loureiro Gondomar no Coração, fundado pelo autarca de Gondomar, foi a eleições em 2005 e 2009, tendo conquistado de ambas as vezes a Câmara e Assembleia Municipal.

O dossiê inclui, pela primeira vez para a lista independente, candidatos às Juntas de Freguesia e conta com cerca de 7.000 assinaturas de gondomarenses como proponentes da candidatura, 3.000 a mais do que as quatro mil legalmente requeridas.

Fernando Paulo, 44 anos, é vereador da Câmara de Gondomar há 20 anos, ou seja, desde que Valentim Loureiro tomou posse, pela primeira vez, como presidente da Autarquia, tendo tido a seu cargo pelouros como a Educação, Ação Social, Juventude, Desporto, Cultura e Saúde. A sua competência e capacidade de executar e liderar são reconhecidas não apenas em Gondomar mas também fora do concelho que hoje apresenta níveis de desenvolvimento nessas áreas acima da média da Área Metropolitana do Porto.

TRABALHO DE 20 ANOS NÃO SE PODE PERDER
A candidatura propõe-se alicerçar o seu trabalho nas bases deixadas pelos mandatos de Valentim Loureiro, que estruturou o concelho, o dotou de acessibilidades, transportes e equipamentos e implementou políticas sociais pioneiras em todo o país. Sendo o nono concelho do País, e recebendo agora para a presidência da Câmara o “sangue novo” de Fernando Paulo, os independentes propõem-se dar mais atenção às políticas de atração de investimento e emprego e o desenvolvimento das cidades, como Rio Tinto, Gondomar e Valbom.

À saída do tribunal onde entregou as pastas contendo as sete mil assinaturas, Fernando Paulo mostrou-se confiante num bom resultado: “Queremos ganhar, mas acreditamos que a maioria absoluta será a melhor solução para a governação do concelho. Gondomar não deve estar dependente dos humores e jogadas internas dos partidos”, disse o candidato à Câmara, lembrando a "qualidade das nossas listas, sem dúvida a equipa mais bem preparada para liderar Gondomar".

Já Valentim Loureiro salientou a sua fidelidade a Gondomar: "Vou servir os gondomarenses agora de outra forma, em funções não executivas e fiscalizadoras. Não pude dizer que não. Depois de ter convencido o Fernando Paulo a aceitar o desafio de ser candidato à Câmara, não lhe podia dizer que não", salientou.

Fonte: http://fernandopaulo2013.blogspot.pt/

PS e PSD de Gondomar travaram descida de impostos.




"Vejo-me obrigado a fazer um parêntesis e a dirigir-me diretamente aos nossos adversários, que são os partidos políticos, para lhes lançar uma pergunta: Em que estava este PS de Gondomar a pensar (que mais não é do que uma pequena parte dos verdadeiros socialistas) quando decidiu chumbar, há poucos dias, uma redução de impostos para os Gondomarenses? O que passou pela cabeça do meu adversário, quando votou contra uma redução do IMI e da Derrama que iria beneficiar em quase dois milhões de euros os bolsos dos Gondomarenses e em mais de 250 mil as nossas empresas??? E onde estava esse nosso adversário – adversário de Gondomar, entenda-se... – quando poucos dias depois o líder do seu partido propôs a redução de IMI que, aqui, esse mesmo PS chumbou? E deixem-me perguntar também aos restantes partidos políticos, em particular ao PSD de Gondomar (que ajudou o PS nessa tarefa): o que está por trás dessa estranha aliança que PS e PSD firmaram em Gondomar nestas eleições?" - Fernando Paulo, in discurso de candidatura.