Caminhada da Família.

A “Villa Urbana de Valbom” (estrutura da Associação do Porto de Paralisia Cerebral) realizou, na manhã de 18 de maio, a “Caminhada da Família”. A iniciativa juntou perto de três centenas de utentes, familiares, funcionários e amigos.

O exemplo foi dado por Aurora Cunha. A conhecida atleta – que nos tempos mais recentes se tem dedicado a diversas causas sociais – liderou a vasta comitiva que, nas margens do Rio Douro, fez o trajeto de Ribeira de Abade até ao Clube Naval Infante D. Henrique (e regresso).

Feira Nacional de Artesanato em Gondomar.


Foi inaugurada hoje, 25 de maio, mais uma edição da Feira Nacional de Artesanato. Até 2 de junho o Largo do Souto é o local escolhido para mais uma edição deste certame, uma iniciativa promovida pelo Pelouro do Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal de Gondomar.

A aposta centra-se na divulgação daquilo que é mais tradicional em Portugal. A iniciativa será diariamente complementada com um diversificado programa de animação cultural e musical.

Feira Nacional de Artesanato - ABERTURA 25 DE MAIO, ÀS 18H00‏


O Largo do Souto é, entre os dias 25 de maio e 2 de junho, o local escolhido para mais uma edição da Feira Nacional de Artesanato. Já na 25.ª edição, a Feira Nacional de Artesanato é uma iniciativa promovida pelo Pelouro do Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal de Gondomar.
A aposta centra-se na divulgação daquilo que é mais tradicional em Portugal. No caso de Gondomar, o destaque será para a filigrana. Mas muito mais haverá para apreciar neste certame – que será complementado com um diversificado programa de animação cultural e musical.

Biblioteca ao Ar Livre.




Os meses de junho, julho e setembro, em distintos períodos, foram escolhidos pela equipa da Biblioteca Municipal de Gondomar para fazer este espaço “sair” das suas normais quatro paredes... A “Biblioteca ao Ar Livre” pretende, primordialmente, facilitar o acesso ao livro e à leitura. A Quinta das Freiras, o “Polis” e o Largo do Souto foram os locais escolhidos para estas três ações.
A iniciativa é promovida pelo Pelouro da Cultura da Câmara de Gondomar e pela Biblioteca Municipal.

Datas
• 17 de junho a 5 de julho – Quinta das Freiras (Rio Tinto)
• 15 a 31 de julho – “Polis” (Valbom)
• 9 a 13 de setembro – Largo do Souto (S. Cosme)

Futebol de Rua - equipa de Gondomar é campeã distrital.



A equipa do “Projeto EntrEscolhas – Geração D’Ouro E5G”, em representação do Município de Gondomar, venceu, no dia 11 de maio, o Campeonato Distrital de Futebol de Rua. Organizada pela Associação CAIS, em colaboração com o “Projeto Mais Jovem”, a prova disputada no Olival (Vila Nova de Gaia) trouxe, pela sétima vez consecutiva, o título de Campeão Distrital para os representantes de Gondomar.
A equipa gondomarense sagrou-se campeã após quatro jogos sem qualquer derrota. E, assim, garantiu a representação do Distrito do Porto no Campeonato Nacional a ter lugar na cidade Aveiro (entre 19 e 23 de junho). O palmarés da formação gondomarense na modalidade de Futebol de Rua é, inegavelmente, um caso raro em Portugal. Penta-campeã Distrital, a equipa de Gondomar sagrou-se, em duas ocasiões, Campeã Nacional (2008 e 2010). É, também, a formação que mais vezes marcou presença na fase final desta prova.
A equipa do “Projeto EntrEscolhas – Geração D’Ouro E5G”, constituída por Miguel Silva, Bruno Cardoso, Daniel Cardoso, Daniel Silva, David Rocha, José Vigário, Nuno Tavares e Bruno Almeida, é tecnicamente liderada por Jorge Martins – contando ainda com o apoio de Célia Antunes, Cátia Freitas e Vânia Moreira.
O “Projeto EntrEscolhas – Geração D’Ouro E5G” é implementado no Município de Gondomar no âmbito do “Programa Escolhas” (5.ª Geração). A entidade promotora é a Câmara Municipal de Gondomar, sendo entidade gestora a Associação Gondomar Cultural.
O Torneio Nacional de Futebol de Rua é uma competição de futebol inclusivo que também tem servido, através da Final Nacional, como forma de serem escolhidos os jogadores que, depois, representam Portugal em cada Mundial. Este ano o mundial será realizado na Cidade de Poznan, na Polónia, em agosto.

"Testemunho Directo" do Porto Canal na "Villa Urbana de Valbom"


O Porto Canal dedicou a mais recente emissão do “Testemunho Directo” à Associação do Porto de Paralisia Cerebral. Transmitido a 9 de maio, o programa aborda situações e exemplos de várias pessoas com paralisia cerebral – uma “condição de vida” e não uma doença, como começa por destacar a reportagem.
Trata-se de um retrato de um normal dia de atividades na “Villa Urbana” de Valbom – e de realidades que ainda podem parecer estranhas para os que não conheçam o trabalho desta instituição.
As conquistas, as “vitórias tremendas” e um “ultrapassar de barreiras” em depoimentos de António Magalhães, Joana Rafaela, Palmério Soares, Maria Andrade, Luís Silva e Elisabete Cunha. A reportagem integra ainda distintas opiniões de técnicos, voluntários e responsáveis da Associação do Porto de Paralisia Cerebral e da “Villa Urbana”.
As limitações das pessoas com paralisia cerebral não são sinónimo de falta de inteligência ou de coragem. Trata-se do dia a dia de pessoas à conquista da sua autonomia. Um retrato de coisas aparentemente banais que, para alguns, são vitórias.
O trabalho apresentado pelo Porto Canal (com repetição no próximo domingo, às 21h30) é da autoria de Nuno Vieira e Joana Almeida Silva. A imagem é de Filipe Soares.
A “Villa Urbana” de Valbom, estrutura da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral, foi inaugurada a 28 de novembro 2003. Em cerca de 6.500 metros quadrados de espaço, para além de vários serviços e valências, albergam uma Unidade Residencial, um Centro de Atividades de Tempos Livres, uma Empresa de Inserção, um Centro de Atividades Ocupacionais, um Centro Comunitário e Jardim de Infância.

Mais informações em www.appc.pt.
Reportagem em: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=gzTrStL2Kkw



O Largo do Souto é, entre os dias 25 de maio e 2 de junho, o local escolhido para mais uma edição da Feira Nacional de Artesanato. Já na 25.ª edição, a Feira Nacional de Artesanato é uma iniciativa promovida pelo Pelouro do Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal de Gondomar.
A aposta centra-se na divulgação daquilo que é mais tradicional em Portugal. No caso de Gondomar, o destaque será para a filigrana. Mas muito mais haverá para apreciar neste certame – que será complementado com um diversificado programa de animação cultural e musical.

Encontro com o Património


Conhecer, valorizar e preservar (para o futuro) o património de Gondomar foram os objetivos do Encontro que o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Gondomar promoveu no dia 11 de maio, na Biblioteca Municipal. A iniciativa, já na sua 3.ª edição, apresentou um programa exclusivamente dedicado à Ourivesaria. Além de quatro palestras sobre o tema foi inaugurada, também, uma exposição de fotografias de Gondomar.