Um milhão em apoios ao movimento associativo.


A Câmara Municipal de Gondomar vai formalizar, no próximo dia 12 de dezembro, os protocolos de apoio ao movimento associativo local.
O associativismo Desportivo, Cultural, Recreativo e o Apoio à Ação Social, serão apoiados com perto de um milhão de euros. Valor ao qual se acrescentarão os apoios indiretos, nomeadamente a nível de disponibilização de utilização de estruturas desportivas, recursos humanos, cedência de transportes e, até, o pagamento de inscrições e seguros de atletas.
A cerimónia de assinatura dos protocolos realiza-se amanhã, às 20h15, na Quinta da Igreja (em Fânzeres).
Valentim Loureiro havia, já em setembro, assegurado que os apoios anuais ao Movimento Associativo se iriam manter. “Não obstante as dificuldades económicas, e mesmo verificando o exemplo de outras Câmaras, que dão zero, em Gondomar vamos manter os apoios ao movimento associativo concelhio”, destacou o Presidente da Câmara.
A proposta foi aprovada, por unanimidade, em reunião de Câmara de 29 de novembro. Os programas de apoio ao movimento associativo cultural, desportivo e social, uma vez mais, representam, no total, cerca de um milhão de euros – abarcando cerca de duas centenas de protocolos.
“Este é um período de dificuldades e que, por isso, exige da Câmara Municipal uma especial atenção ao papel desempenhado pelo movimento associativo local”, considera Valentim Loureiro. Para o Presidente da Câmara de Gondomar, e “apesar de outras autarquias darem zero, nós insistimos em manter este programa”. E, complementa: “não é por querer ser diferente... é porque acredito que o movimento associativo é fundamental para a prossecução dos objetivos de dignificação da vida dos Gondomarenses”.
Os programas de apoio ao Associativismo Desportivo, Cultural e Recreativo e, ainda, de Apoio à Ação Social, representam um milhão de euros de apoio direto à dinamização de atividades por parte das coletividades de Gondomar. O Programa de Apoio ao Associativismo Desportivo contará com 521 mil euros. No que concerne ao Associativismo Cultural e Recreativo, a verba será superior a 234 mil euros. O Programa de Apoio à Ação Social terá a afetação praticamente 160 mil euros.
De referir, também, que a Câmara Municipal de Gondomar não se restringe aos apoios monetários. Nestes valores não se quantificam situações como as de utilização das estruturas desportivas (beneficiando mais de uma centena de associações), disponibilização de recursos humanos, cedência de transportes e, até, o pagamento de inscrições e seguros de atletas (que representa um investimento anual de cerca de 60.000 euros).
O Programa de Apoio ao Movimento Associativo, que data de março de 1995, é uma forma de regulamentar os subsídios concedidos – fazendo-o em função dos projetos e candidaturas apresentados e devidamente fundamentados.
A assinatura dos protocolos está agendada para o dia 12 de dezembro, às 20h15, na Quinta da Igreja (Fânzeres).

Sem comentários: