Turismo Solidário.

A Divisão de Turismo da Câmara Municipal de Gondomar realizou, no dia 16 de Dezembro, o Programa “Turismo Solidário”. A iniciativa, que teve como destinatários crianças entre os 6 e os 10 anos de idade, com elevado grau de carência, visava – além de uma visita às diversões de Natal e oferta de lembranças – também proceder à decoração de Natal da árvore para o efeito colocada no átrio da Câmara Municipal.
A Divisão de Turismo promoveu, no dia 16 de Dezembro, a iniciativa “Turismo Solidário”. A acção, que teve como destinatários crianças entre os 6 e os 10 anos de idade, proporcionou uma tarde de intensa actividade.


Já no 5.º ano consecutivo de realização, a iniciativa visa proporcionar um Natal mais “colorido” a um conjunto de crianças que, por diversos motivos, se encontrem em situação de carência.

Para além da decoração de uma Árvore de Natal (integralmente adornada com peças produzidas pelas crianças utentes das instituições envolvidas), o grupo 45 crianças ainda recebeu presentes e foi, depois, fazer uma visita a algumas diversões natalícias. O dia terminaria com uma ida ao cinema.

Foram abrangidas, pelo “Turismo Solidário”, crianças da Associação “Vai Avante”, do Centro Lúdico Municipal, da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens e da Santa Casa da Misericórdia de Vera Cruz de Gondomar.

Valentim Loureiro, Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, fez questão de estar presente durante a ornamentação da árvore de Natal. Ajudando na entrega das prendas, acompanhado pelos Vereadores Joaquim Castro Neves (Turismo) e Fernando Paulo (Cultura), o Presidente da Câmara destacou que “mais do que os presentes ou da vertente um pouco consumista do Natal, importa recuperar valores como os da partilha, solidariedade, amizade e, principalmente, família”. Na opinião de Valentim Loureiro, “às vezes são pequenos gestos, como estes, ou simples palavras, que podem ajudar as pessoas a serem mais felizes”.

Para o Vereador do Pelouro do Turismo da Câmara Municipal de Gondomar, Joaquim Castro Neves, esta actividade visava proporcionar “uma efectiva partilha do espírito de solidariedade, proporcionando a estas crianças a alegria e o espírito de Natal – com uma vivência repleta de magia, algo diferente da realidade que vivem”.

A actividade contou, ainda, com a presença de um animado Pai Natal – que, para além de divertir as crianças, no final ainda procedeu à entrega de presentes.

Sem comentários: