“Comunidade de Leitores”

“Gabinete de Imprensa da CMGondomar”

A “Comunidade de Leitores” prosseguiu a sua “viagem” pelos livros com mais uma sessão, realizada a 11 de Maio.
A iniciativa, dinamizada pelo Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Gondomar, arrancou em Março e prossegue até 8 de Junho. Ana Luísa Amaral, José António Gomes, Ana Saldanha e José Matias Alves foram os primeiros leitores convidados nesta “Comunidade”. Aos quais se juntou, agora, Luís Lopes – que abordou a obra “Eu me lembro…”, de Mestre DeRose.
Durante quatro meses a “Comunidade de Leitores”, iniciativa do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Gondomar, apresenta um vasto conjunto de dinamizadores e de livros “analisados”. A “Comunidade” já contou, como convidados, com Ana Luísa Amaral, José António Gomes, Ana Saldanha e José Matias Alves. O mais recente palestrante foi Luís Lopes, que esteve na Biblioteca Municipal de Gondomar no passado dia 11 de Maio.

A “Comunidade de Leitores” consiste no encontro de um grupo de pessoas que se juntam, periodicamente, para conversar sobre livros cuja leitura foi proposta pelo dinamizador. A experiência da leitura é sempre íntima e individual, feita em casa por cada um dos participantes. Mas essa experiência é, depois, enriquecida pela partilha de opiniões, comentários e pontos de vista que ocorre nos encontros, permitindo a descoberta de outras formas de interpretar o livro analisado.

O objectivo da “Comunidade de Leitores” não é produzir dissertações académicas, nem fazer análises textuais aprofundadas das obras lidas. E, muito menos, avaliar o tipo de leitura feito pelos participantes. Como salienta o Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Gondomar, Fernando Paulo, “o que se pretende é partilhar o prazer da leitura com outros leitores, descobrindo e confrontando os pontos de vista dos participantes sobre aquilo que leram”.

Luís Lopes, convidado do passado dia 11 de Maio, é discípulo directo do Mestre DeRose. Daí ter escolhido o livro “Eu me lembro…”. Luís Lopes é o fundador da primeira escola certificada do Método DeRose em Portugal e, enquanto professor, especializou-se na área de reprogramação Emocional e Técnicas de Purificação Orgânica. Criou o programa “Maximizar”, direccionado para profissionais e empresas. Mais recentemente fundou (e preside) a Ordem do Mérito das Índias Orientais.

A “Comunidade” prossegue no próximo dia 26 de Maio. Manuel Jorge Marmelo é o “leitor” convidado – tendo escolhido, para discussão, o livro “Somos o esquecimento que seremos”, de Hector Abade Faciolince.

Sem comentários: