Câmara de Gondomar entrega mais de um milhão de euros ao movimento associativo.



Foram protocolados os apoios anuais da Câmara Municipal de Gondomar ao movimento associativo local. A Câmara de Gondomar atribui às associações concelhias mais de um milhão de euros – para as áreas social, desportiva, cultural e recreativa.No total são 170 as associações abrangidas, representando 206 protocolos. O total de apoios concedidos é de 1.029.014 euros (sendo quase 290 mil euros para 98 colectividades culturais e recreativas, mais de 581 mil euros para 85 associações desportivas e, finalmente, perto de 160 mil euros para 23 instituições sociais). No entanto, refira-se, algumas das mais de duas centenas de candidaturas aprovadas são transversais, abrangendo áreas de intervenção bem distintas.



Depois da aprovação, por unanimidade, em reunião de Câmara de 4 de Novembro, foram formalizados protocolos referentes ao Programa de Apoio ao Associativismo Cultural, Recreativo, Desportivo e Social.


A cerimónia decorreu ontem, 6 de Dezembro, num repleto Auditório Municipal de Gondomar. Quase três centenas de dirigentes associativos, para além de Vereadores da Câmara e autarcas de várias freguesias, juntaram-se numa cerimónia que, em especial para as colectividades do Concelho, se assume como muito significativa.

Valentim Loureiro, Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, esteve acompanhado (na Mesa de Honra da cerimónia) pelo Vice-Presidente, José Luís Oliveira, pelo Vereador dos Pelouros de Educação, Cultura e Desporto, Fernando Paulo, bem como por José Matias Alves, Presidente da Assembleia Municipal.

“Estes são apoios que, numa altura de crise, pretendem ser uma ajuda relevante para todas as associações do Concelho desenvolverem a sua normal actividade”, começou por destacar Valentim Loureiro. Para o Presidente da Câmara Municipal de Gondomar “esta crise, que toca forte e fundo, deve implicar, de todos, em todas as áreas, uma maior responsabilidade e moderação”.

O valor total deste investimento é, este ano, ligeiramente superior a um milhão de euros. Houve, em relação a 2009, uma ligeira redução. As condicionantes económicas nacionais (e internacionais) obrigaram a que a Câmara Municipal de Gondomar fizesse uma análise mais criteriosa das várias centenas de candidaturas apresentadas – privilegiando as áreas mais fundamentais e efectuando algumas reduções nos apoios de candidaturas que, em função das restrições que se verificam, assumissem menor relevância.

Com este programa os clubes, associações e colectividades de Gondomar irão apostar na dinamização das já habituais iniciativas, assim como na formação, aquisição de viaturas ou na concretização de obras de beneficiação (ou remodelação) de instalações. Este programa, que data de Março de 1995, é uma forma de regulamentar os apoios concedidos, fazendo-o em função dos projectos e candidaturas apresentados.

Os apoios destinam-se ao apoio regular das actividades. Na área da Cultura são para o Folclore, Bandas de Música, Orfeões, Grupos de Dança, Grupo de Teatro, Escolas de Música e actividades pontuais. No Desporto serão direccionados para a prática desportiva federada e não federada, assim como para a organização de actividades. No sector Social, a verbas a entregar serão para as áreas de Infância, Juventude, Idade Mais e Deficiência. Há ainda apoios para a aquisição de equipamentos, viaturas e pequenas obras.

Para além destes protocolos, a Câmara Municipal de Gondomar também paga as inscrições dos clubes e dos atletas na associação da modalidade – num investimento que ronda os 100 mil euros por ano. São, ainda, concedidas horas de utilização dos equipamentos desportivos e culturais do Município – uma vertente que beneficia mais de uma centena de associações.

Sem comentários: