Obras avançam no Mercado da Areosa.



As obras do novo Mercado da Areosa e de construção do novo parque de estacionamento já recomeçaram.

A obra em curso é constituída em duas partes: um edifício (financiado pelo programa Urban2), já construído, e que se destina aos comerciantes; e, ainda, um parque de estacionamento subterrâneo, com dois pisos e cerca de 200 lugares, edificado ao abrigo de um contrato de construção e exploração.
O investimento global ronda cinco milhões de euros.

A intervenção em curso, que deverá estar concluída durante o Verão de 2011, prevê ainda a requalificação urbana do local com a criação de uma praça e de uma zona de espectáculos. Até ao final do ano ficará, também, finalizada a área de comércio e serviços.
Esta intervenção irá aproveitar parte da antiga fachada, mantendo, assim, a ligação visual (e afectiva) das antigas instalações do Mercado da Areosa.
Com a requalificação do Mercado da Areosa pretende-se dar novas valências e instalações mais condignas a este antigo espaço, criando, em paralelo, uma zona de lazer (e de espectáculos sazonais).
Na área da praça, e como um edifício de remate, serão criados 24 estabelecimentos de comércio e/ou serviços que visam albergar não só os comerciantes existentes no mercado (que porventura aí se pretendam manter em actividade) e também um edifício emblemático para a zona e caracterizador do espaço público onde se desenvolve.
O Mercado da Areosa situa-se num tecido urbano compacto, de alta densidade populacional e de construção, até esta altura sem os respectivos apoios na área de arruamentos / estacionamento, espaços livres, lazer e equipamento.
A ausência de espaços de utilização pública (numa das áreas mais densas do concelho), a percentagem elevada de áreas comerciais e serviços, a ausência de aparcamento e a baixa utilização do mercado face aos novos hábitos da população (e o aumento da oferta de áreas de venda compatíveis com os horários laborais), levaram a Câmara a desenvolver esta intervenção urbanística.

Este novo edifício, de linguagem moderna e funcional, terá a área bruta de construção de 1.638 metros quadrados divididos por três pisos. O investimento global ronda os cinco milhões de euros.

Sem comentários: