Valentim Loureiro avaliou evolução das obras da A43.

Foto: Gabinete de Imprensa CMG

A convite da Douro Litoral ACE, o Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, Maj. Valentim Loureiro, fez uma visita às obras das novas acessibilidades que estão a ser criadas no Concelho (ligação do IC29 à A43 e a nova ponte na freguesia de Medas).




A obra avança dentro dos prazos definidos. A ligação a Gens (Foz do Sousa) estará concluída a muito curto prazo. A conclusão das acessibilidades mantém, como definido previamente, meados de 2011 como data prevista para abertura ao trânsito.
O novo trajecto da A43 – lanço que fará a ligação entre o final do IC29, na freguesia de S. Cosme, e Medas, junto à nova ponte sobre o Rio Douro –, foi visitado pelo Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, Maj. Valentim Loureiro, que respondeu positivamente ao convite endereçado pelo Director-Geral da Douro Litoral ACE, Eng. Fernando Frias.
Autarcas e técnicos foram, assim, visitar, conhecer e, principalmente, avaliar o “crescimento” destas novas acessibilidades no Concelho de Gondomar, um projecto que implica, globalmente, quase 60 milhões de euros de investimento.
A A43, entre Gondomar (S. Cosme) e Covelo, com uma extensão de 8,5 kms., criará uma radial de acesso à Área Metropolitana do Porto – permitindo uma ligação em perfil de auto-estrada entre a CREP (A41 /IC24), o Porto, e o IP1.
Com o fecho desta circular, será concluída a malha viária de alta capacidade da Área Metropolitana, criando mais uma alternativa para o tráfego de longo curso – que deixa, assim, de ter que atravessar o Porto.
As novas ligações garantirão o descongestionamento da Via de Cintura Interna em cerca de 13 mil veículos por dia, menos 12,5% do tráfego que, em média, actualmente circula nessa via. A construção destes novos lanços irá beneficiar directamente cerca de um milhão e quinhentos mil habitantes dos concelhos da Maia, Matosinhos, Valongo, Paredes, Porto, Gondomar, Gaia, Espinho, Santa Maria da Feira, S. João da Madeira e Oliveira de Azeméis.
Para o Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, estas «novas acessibilidades contribuirão para desenvolvimento do Concelho». Valentim Loureiro reagiu, assim, no final da visita que fez com o responsável da Douro Litoral ACE, Eng. Fernando Frias. «Verifiquei, no terreno, que as obras avançam a bom ritmo. O percurso até ao Nó de Gens está praticamente pronto e foi-me assegurado que estão a respeitar os prazos», destacou o Presidente da Câmara Municipal de Gondomar. As novas acessibilidades, assim como o impacto que irão ter a nível local, levam Valentim Loureiro a afirmar que «é uma obra que, para além de necessária, será óptima para Gondomar».
«Depois do IC29, finalmente vamos ter mais acessibilidades, complementares, que irão contribuir para o desenvolvimento de Gondomar», referiu no final da visita o Presidente da Câmara. Algo que, acrescentou, «já devia ter sido concretizado há algum tempo… mas que, pacientemente, fomos aguardando com a certeza que este Município era merecedor destas estruturas».

Sem comentários: