Aluno de Gondomar ganha em Astana (Cazaquistão), uma medalha de bronze e quatro menções honrosas.

Foto: Gabinete de Imprensa CMG

A equipa que este ano representou Portugal nas Olimpíadas Internacionais de Matemática foi das mais jovens de sempre. E, a nível de resultados, também não deixou os seus créditos por mãos alheias… Numa prova que contou com a participação de 517 alunos, em representação de 96 países, os portugueses conseguiram uma medalha de bronze e quatro menções honrosas. Estes galardões juntam-se à medalha de prata, às 11 medalhas de bronze e às 14 menções honrosas obtidas por Portugal desde a sua primeira participação, em 1989, nesta prova.
As Olimpíadas Internacionais de Matemática decorreram em Astana, no Cazaquistão, entre os dias 2 e 14 de Julho. E são, a nível mundial, as mais antigas olimpíadas internacionais de ciências.
Ricardo Moreira, aluno do “Colégio Paulo VI”, de Gondomar, foi a “estrela” da comitiva portuguesa que participou nesta 51.ª edição das Olimpíadas Internacionais de Matemática. Mas em semelhante destaque estiveram João Miguel Santos, João Pedro Santos, Miguel Martins dos Santos e Raúl Noronha, todos com menções honrosas.
Uma equipa internacional escolheu, entre os propostos pelos países participantes, os problemas que seriam resolvidos nestas Olimpíadas. As provas foram realizadas em dois dias consecutivos, abrangendo disciplinas como Álgebra, Teoria dos Números, Geometria e Combinatória. Em cada dia os participantes resolveram três problemas em quatro horas e meia de prova. A resolução destes problemas costuma exigir mais criatividade, engenho e habilidade matemática do que, propriamente, conhecimentos e fórmulas aplicadas.
A próxima edição das Olimpíadas Internacionais de Matemática acontecerá em 2011, na Holanda.

Sem comentários: