2.ª Assembleia Municipal de Crianças e Jovens analisou tema das “exclusões nas cidades”.

A Câmara Municipal e Gondomar e a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ), decidiram dar continuidade à dinamização da Assembleia Municipal de Crianças e Jovens. A segunda reunião deste órgão realizou-se a 1 de Junho, Dia Mundial da Criança.

Djalme Lopes, Presidente da Assembleia Municipal de Crianças e Jovens, liderou os trabalhos. Durante várias horas de discussão foram apresentadas, e votadas, várias moções. “Exclusões nas Cidades” foi o tema central deste encontro.

Durante mais de três horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Gondomar, discutiram-se políticas, propostas e anseios dos mais jovens. A segunda sessão da Assembleia Municipal de Crianças e Jovens, realizada no dia 1 de Junho, juntou meia centena de estudantes de nove escolas do 3.º Ciclo do Ensino Básico.

Os alunos, do 8.º ano de escolaridade, simularam na perfeição uma reunião da Assembleia Municipal. Apresentaram (e defenderam) propostas, reagiram a argumentações, apresentaram alternativas e, no final, votaram todas as ideias apresentadas. Um pouco à semelhança de reuniões similares (a nível local ou, até, nacional), houve votos contra, abstenções, unanimidades e aplausos.
A abertura desta Assembleia de Jovens contou com as presenças da Presidente da CPCJ, Otília Paula Castro, de José Matias Alves, Presidente da Assembleia Municipal de Gondomar, da Deputada da Assembleia da República, Margarida Almeida e, em representação da Câmara, do Vereador do Pelouro de Educação, Fernando Paulo.
Depois da abertura coube a Djalme Lopes, Presidente da Assembleia Municipal de Crianças e Jovens, acompanhado pelas secretárias Catarina Chaves e Márcia Abrantes, coordenar os trabalhos.
O final da reunião contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, Valentim Loureiro. Defendendo que “a função dos políticos é trabalhar para ajudar a resolver os problemas das pessoas e, em paralelo, assegurar o desenvolvimento do nosso Concelho”, Valentim Loureiro destacou que, pelo que lhe foi transmitido do encontro, acredita “que deste grupo venham a surgir alguns futuros políticos e decisores... e esta Assembleia terá sido apenas o primeiro passo de uma vida de intervenção cívica”.

1 comentário:

Amordemadrugada disse...

Daniel my friend! Passo pra te desejar um bom fim de semana
tente descansar..ou divertir-se...rs
besito