[Re]Encontros com a República até Setembro

Foto: Gabinete de Imprensa da CMGondomar
Numa iniciativa do Centro de Formação Júlio Resende, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Gondomar, iniciou-se no dia 10 de Abril um ciclo de conferências. [Re]Encontros com a República – assim se designa – decorrerá, em vários locais e com distintas actividades, até ao mês de Setembro.


A primeira iniciativa destes [Re]Encontros com a República decorreu no Auditório Municipal, com uma palestra a cargo de Fernando Rosas, docente da Universidade Nova de Lisboa. Depois, e até Setembro, o programa será complementado com visitas culturais, conferências, apresentação de filmes e actuações musicais.
De frisar que esta iniciativa optou por “alargar” a sua área de intervenção e abrangência, realizando-se em locais tão distintos como o Auditório Municipal, o Museu Amadeu de Souza Cardoso (Amarante), o Centro Cultural de Rio Tinto, a Casa da Malta / Museu Mineiro e colectividades de Gondomar (Grupo Dramático e Beneficente de Rio Tinto e Escola Dramática e Musical Valboense).
Na conferência de abertura, Fernando Rosas apresentou uma curiosa visão sobre o fim do regime monárquico, os factores da implantação da República, e aqueles que considera como “os quatro erros fatais que levaram à sua queda em 1926”.
De realçar que o Curso de Formação releva para progressão na carreira dos Docentes, nomeadamente nos Grupos 110, 200 e 400. A iniciativa, promovida pelo Centro de Formação Júlio Resende, conta, para além do apoio da Câmara Municipal de Gondomar, com a colaboração da Junta de Freguesia de S. Pedro da Cova, da Escola Dramática e Musical Valboense e, ainda, do Grupo Dramático e Beneficiente de Rio Tinto.
O Ciclo de Conferências prossegue já no próximo dia 17 de Abril, desta vez no Auditório da Biblioteca Municipal de Gondomar. “A República e a Educação” será o tema proposto (e analisado) por Luís Alberto Alves, docente da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
Mais informações sobre o Ciclo de Conferências (e respectivo Curso de Formação) em www.cfjulioresende.org.

+++++++++++++++++++++TÓPICOS
Presenças: Fernando Paulo (Vereador do Pelouro da Cultura da CMGondomar) + António Leite (Director Regional de Educação do Norte) + autarcas + professores + dirigentes associativos

Fernando Rosas (docente da Universidade Nova de Lisboa)
«…Os quatro erros fatais que levaram à queda da 1.ª República em 1926:
1. falha na democratização do sistema político: a eternização no poder do Partido Republicano, o monopólio da acção política, a não criação do sufrágio universal, a não concessão do voto às mulheres e aos analfabetos marcou a 1.ª república por uma constante crise de legitimidade;
2. falha na gestão da questão religiosa: não obstante a separação formal das igrejas do Estado, o poder dominante manteve a lógica de domínio, de intrusão e manipulação do antigo regime;
3. traição das promessas feitas aos movimentos operários: a quase ausência de obra social, a perseguição e deportação de activistas sindicais...
4. a participação desastrosa na 1.ª Grande Guerra...

«…A república, como objectivo mítico, cresceu porque a plebe urbana a entendeu como solução para que tudo melhorasse…»
«…A revolução de 5 de Outubro traduz mais uma demissão da Monarquia do que uma vitória organizada da República…»
«…ainda hoje a República, como foi definida, é uma esperança e promessa largamente incompleta, valendo mais pelo que quer ser do que, de facto, pelo que ela é…»

++++++++++++++++++++

PROGRAMA

10 de Abril
Auditório Municipal
“Porque venceu e porque se perdeu a 1.ª República”
Fernando Rosas (Docente da Universidade Nova de Lisboa)
Participação do Grupo Musical Canto Décimo

17 de Abril
Auditório da Biblioteca Municipal
“A República e a Educação - princípios e realidades”
Luís Alberto Alves (Docente da Faculdade de Letras da U.P.)

15 de Maio
Museu Amadeu de Souza Cardoso - Amarante
“A literatura e a I República”
Fernando Guimarães (Poeta e ensaísta)
“A herança legada pelas artes plásticas do período da 1.ª República”
António Cardoso (Director do Museu Amadeu de Souza Cardoso)
Visita guiada ao Museu

22 de Maio
Centro Cultural de Rio Tinto
“Mulheres do Norte e do Sul na implantação da República”
Fina D'Armada (Historiadora e escritora)

5 de Junho
Auditório Municipal
“Igreja e República cem anos depois”
D. Manuel Clemente (Historiador e Bispo do Porto)
“Secularização e laicidade”
Fernando Catroga (Docente da Faculdade de Letras da U.C.)

12 de Junho
Casa da Malta | Museu Mineiro | S. Pedro da Cova
O movimento operário na 1.ª República | As lutas sociais nas minas de S. P. da Cova
Manuel Loff (Docente da Faculdade de Letras da U.P.)
Silvestre Lacerda (Director Arquivo Nacional Torre do Tombo)
Daniel Vieira (Presidente da Junta de Freguesia de S. Pedro da Cova)
Participação da Banda Filarmónica de S. Pedro da Cova
Exibição do filme “Minas de S. Pedro da Cova” de 1917

11 de Setembro
Anfiteatro do Grupo Dramático e Beneficente de Rio Tinto
“A republicanização do espaço rural”
Manuel Dias (Docente da Escola Secundária de Rio Tinto)

18 de Setembro
Auditório da Biblioteca Municipal
“A 1.ª República em Gondomar”
Fátima Gomes (Docente da Escola Básica de Gondomar)

25 de Setembro
Escola Dramática e Musical Valboense
“As transformações culturais na 1.ª República - movimentos cívicos e culturais”
Conceição Meireles Pereira (Docente da Faculdade de Letras da U.P.)
Participação do Grupo Musical Canto Décimo

Fonte: Site C M Gondomar

Sem comentários: