O poder da palavra.

"Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém."
Por aqui se pode ver que nós guiamos nossas vidas como melhor nos provem, mas nem sempre decidimos o que melhor nos provem.
A sabedoria das palavras, é que lê-mos o que todos lêem, mas nem todos seguimos o que está escrito.
Todos temos as palavras que o outro quer ouvir, mas nem sempre as que esse que conta connosco precisa de ouvir.
Palavras essas que podem moldar um ser humano e fazê-lo ver que nem sempre o que parece é.
Como experimentar drogas é o mais lhe parece certo, quando sabemos que não é.
O roubar a melhor via para ficar rico, quando vai haver um preço a pagar por isso.
Enfim n de coisas que podemos ajudar principalmente os jovens e muitas das vezes apenas assistimos sem uma mão ajudar.
Estamos a ser tão culpados como aquele que atira alguém para a morte.
Que seus dedos sempre escrevam o que tem de ser dito. nunca o que queremos ouvir.
Que sempre que divulga algo, sempre divulgue algo construtivo.

Conselho Transitório.


Realizou-se este sábado (25/10/08) um encontro que veio preparar os pais que integram o Conselho Geral Transitório nos nossos agrupamentos de Escolas.Este é um encontro que se deve louvar, pois os pais ao abrigo da nova Lei Gestão Escolar Lei 75-2008 de 22.04.2008, vão passar a fazer parte dos novos Conselhos Gerais Transitórios, que depois passará a Conselho Geral de Escolas.Muitos desses pais ainda não receberam uma formação de como actuar nem como interagir com os restantes parceiros desse Conselho.Como esperamos que os pais possam colaborar para uma melhor escola, se não forem preparados para tal?Não é só criar uma lei e coloca-los lá de pára-quedas.Há que formar para melhor trabalhar e foi isso que eu e mais umas dezenas de pais vimos neste sábado.Só é pena que iniciativas destas não partam de quem cria as leis, pois quem as cria é que devia de dar pernas para elas andar.Vão nos valendo Federações como a Federação Associações Pais Concelho Gondomar que sempre vão passando para os pais o que é necessário saber e fazer.E a AP da Eb1 da Triana, esteve presente nesta reunião através do seu membro que está no Conselho Geral Transitório, Sr. Daniel Fernandes.Do nosso agrupamento fez-se presente também a Sr.ª Cecília Sousa, da AP da EB1/J.I. de Pedrouços.

Selecção Nacional. A crise continua.

Artigo escrito por mim e publicado no Jornal de Noticias de Domingo dia 19/10/08 na página do leitor n. 26.

Eis a nossa selecção.
Como ela esta maltratada.
Só de pensar que 3 jogadores que estavam em campo valem no mercado de trabalho do futebol 100 milhões de euros da que pensar.
Como podem valer tanto e nada jogar?
Como pode haver tanto desinteresse na camisola da nossa Nação?
Nos clubes eles jogam, na selecção promovem-se.
Estes últimos jogos são de chorar e pedir para nunca mais.
Jogadores da selecção dos anos 60 que ainda forem vivos, eu peço-vos para que voltem ao activo e ensinem estes miúdos com a mania que são estrelas como se honra a camisola.
Como se joga à bola sem interesse financeiro.
Como se mostra em campo futebol e se fala menos.
Ajudem estes "pobres coitados" que se acham estrelas.

Crise.

Estamos todos numa crise sem precedentes.
Até ai nada de novo.
Nós os cidadãos comuns, não é de agora. Mas o curioso é que agora que chegou aos bancos todos gritam e ninguém ouve.
Quando era só o cidadão comum a sofrer com os efeitos desta crise todos assobiavam para o ar, agora que chegou aos bancos é o desespero total.
Mas aos bancos todos governos socorrem, agora ao cidadão comum......
Agora a crise é admitida por todos e todos combatem a crise, mas pergunto eu, quando os bancos voltarem aos lucros astronómicos também vão repartir com o Estado? Quem souber responder que o faça.

Ana Ribeiro, encontrada.

Lamentavelmente Ana Ribeiro foi encontrada já sem vida.
Aqui quero enviar de todos bloguistas um profundo pesar.
Nada que se diga ou escreva poderá atenuar a dor.

Ana Ribeiro

Mais uma jovem portuguesa desaparecida.
Ana Ribeiro de 14 anos residente em Gaia.
Como é portuguesa não se vê a mesma acção dos média que se viu na menina inglesa. Nem se vê a mesma acção policial.
Como é portuguesa quase ninguém fala.
Será que é preciso os pais serem ingleses, irem para os copos e abandonarem os filhos para haver uma maior publicidade ao caso?
Até quando esta diferença dos média e autoridades, de tratar tudo que é estrangeiro melhor do que é português?

Amar aos 40. (27)

quem festeje um golo.
quem festeje um titulo.
quem comemore uma descoberta.
Quem festeje um reencontro.
Quem comemore uma descoberta cientifica.
Por um bom negócio.
Por tudo se festeja.
Eu também festejo.
Pela tua presença na minha vida.
E esse festejo, eu comemoro todos os segundos da minha vida.

Filho, amo-te.


Filho, por ti a vida que era minha, eu te a dei.
Não vivo para mim, mas sim para ti.
Tudo se tornou secundário, até o meu ser.
Por ti e para ti, eu me tornei homem sem vontade de nada fazer sem em ti pensar primeiro.
Contas mais na vida de teus pais, do que um dia poderás imaginar.
És o sonho de uma vida, e fazes-me ser um pai de sonho.
Sonhei sempre como era te ter comigo, como seria ser pai.
Agora sei, que nunca saberei essa resposta até que um dia me digas; Pai valeu a pena tudo que fizeste por mim.
Aí sim, eu saberei se valeu a pena.
Teu sorriso é meu pulmão, tua alegria meu coração.
Márcio, amo-te mais que a mim mesmo filho e por ti, mas só por ti, as lutas enfrentarei para que possa dizer; o meu filho é feliz.

Amar aos 40. (26)

Sabes, afinal não és parte de mim.
Não és a minha metade.
Minha meia vida.
Não és minha quem eu pensava que virias a ser.
Queria-te para comigo dividires minha vida.
Para comigo partilhares uma casa
um dia eu pensei.
Para juntos dividir-mos uma vida eu pensei em ti.
Tal já não é possível.
Pois tu em mim, não és parte mas sim um todo.
Não és meia vida pois toda a minha vida tu és.
És além do que eu pensava que serias.
Comigo já estás, não para dividir mas sim para seres a minha vida.
Minha casa já partilhas, pois estas sempre comigo.
Em dividir contigo eu pensei, mas a ti eu me entreguei e contigo não divido, apenas partilho.
Pois tu tens-me totalmente para ti meu amor.