Manuel Alegre.


Admito que cheguei a pensar em votar em Manuel Alegre para Presidente da Republica, mas agora vejo porque o PS não lhe concedeu apoio.
Manuel Alegre anda um pouco perdido, sem certeza do que quer, critica mais o seu partido ou pelo menos diz que é o seu partido, o que eu já duvido.
Digo isto porque só ele diz que o PS desviou-se da sua politica, da política que sempre defendeu.
Será que não terá sido Manuel Alegre que já não sabe o que quer?
Digo isto porque agora o mesmo fala em criar um Partido que seja a união da esquerda.
Mas já deu para ver que não leva com ele o Bloco de Esquerda.
Louça já referiu que não está para ai virado.
No próximo Fórum das Esquerdas a realizar no ano de 2009, não haverá encobrimento de um projecto de um novo Partido.
Isso também já foi referido pelo mesmo Louça.
Não seria melhor Manuel Alegre se encontrar no seu próprio partido?
Digo isto porque ele faz falta à politica mas só quando se reencontrar a ele mesmo.

Manifesto pela Avaliação de Desempenho Docente.

A ministra Maria de Lurdes Rodrigues recebeu na passada sexta-feira, dia 12 de Dezembro, um grupo de professores que lhe apresentaram um Manifesto pela Avaliação de Desempenho Docente. É o texto deste documento que aqui se reproduz.

---------------------------------------------------------------------------------

Nós, professores e educadores abaixo-assinados, queremos que prossiga o processo de avaliação do nosso desempenho, instrumento necessário para a valorização da profissão docente e contributo decisivo para a qualificação da ESCOLA PÚBLICA.
Queremos ser avaliados, porque a Avaliação é condição necessária para melhorarmos a nossa prática profissional, qualificarmos as nossas escolas e prestarmos contas às Famílias e ao País.
Temos orgulhos na nossa profissão e acreditamos no seu valor social.
Queremos ser avaliados dentro das escolas, nos seus contextos, não por quem os desconheça.
Queremos ser avaliados nas diferentes dimensões que constituem o nosso trabalho.
Queremos que a avaliação produza efeitos, premiando o mérito e permitindo identificar pontos fortes a consolidar e oportunidades de melhoria a implementar.
Queremos ser avaliados assumindo a co-responsabilização pelos resultados dos nossos alunos.
Queremos ser avaliados de forma rigorosa, séria, credível e formativa.
Reconhecemos na estrutura deste modelo de avaliação as vertentes que reputamos essenciais na Avaliação dos Professores.
Sabemos que qualquer modelo de avaliação é susceptível de críticas e de melhorias. O modelo que está em vigor não escapa à regra. A sua aplicação, defrontou-se, na maioria das escolas, com obstáculos, resistências e exigiu mais trabalho. Mas reconhecemos que o Ministério da Educação foi sensível aos problemas que lhe foram transmitidos e tomou decisões que simplificam procedimentos e retiram sobrecargas. Assim, as críticas feitas de boa fé às condições de concretização do modelo obtiveram, no essencial, acolhimento.
Afirmamos, por isso, que as escolas e os professores têm agora condições para prosseguirem com a Avaliação do Desempenho, segundo o modelo que está legalmente definido. Só a prática efectiva deste modelo de avaliação poderá conduzir à identificação de aspectos a melhorar.
A experiência adquirida este ano, embora com um modelo simplificado, irá habilitar-nos a propor alterações realistas e eficazes a introduzir já a partir de 2010.
Como educadores, sabemos bem que prestamos um serviço insubstituível aos alunos, às famílias e à comunidade. Queremos honrá-lo. Queremos estabilidade nas escolas. Não estamos disponíveis para outros interesses que não os de exercer a nossa profissão o melhor que pudermos, ensinando e aprendendo.
Queremos ser avaliados, agora, de acordo com a lei, nas nossas escolas, pelo nosso trabalho.
(fim)

Publicado no site do ME

'To Catch a Predator'


Porque se aproximam as férias de Natal e os nossos filhos, muitos deles ficam em casa sozinhos na net, é importante que estejamos atentos com quem eles teclam.
A respeito disso faço referencia a um programa chamado 'To Catch a Predator'.
Este programa faz referência a isso mesmo.
De predadores que andam na net à procura de menores para relações sexuais e muitos menores caiem nas esparrelas desses predadores que aproveitam o facto de muitos desses menores não serem acompanhados pelos pais acabam de por se envolver com essas pessoas.

Aqui esta um endereço deste programa onde tem vários vídeos de pessoas que são apanhadas em flagrante; http://www.msnbc.msn.com/id/24128499/

Aqui também coloco o endereço do blog do programa; http://insidedateline.msnbc.msn.com/archive/category/1044.aspx

Estejamos atentos, principalmente quem tem os filhos a navegar na internet nos quartos ou em divisões da casa onde não podem ser acompanhados.

A palhaçada da Fenprof

Nesta guerra da Fenprof com o Ministério da Educação quem ficará a ganhar?
O secretário-geral da Fenprof estará com tudo isto em busca de um cargo politico? Como pode ele defender uma profissão que não exerce há mais de vinte anos?
Com que conhecimento de causa?
Sempre que se marca manifes de docentes ele está lá e sempre a falar para a TV.
Como pode um dirigente sindical defender os direitos de quem confia nele e ao mesmo tempo fecha a porta às negociações?
Como podem os docentes desobedecer aos seus superiores e querer que os alunos lhes respeitem?
Falando nos alunos, não foi curioso que de repente mesmo sem lerem o Estatuto do Aluno, os alunos venham para a rua e façam manifes mesmo sem a maioria saber o que estava a fazer ali?
Viu-se isso quando os canais de TV faziam entrevistas aos alunos.
Quem os picou?
Quem era que ficava a ganhar com os alunos contra o Ministério da Educação?
Pois nem é preciso dizer mais nada.
Não sou contra os Docentes, muito pelo contrário, mas sim pela maneira de lutar da Fenprof que tem levado para a rua uma luta que só se resolve num gabinete.

Amar aos 40 (37) Amor de Mãe

Mãe, mulher que nos deste há luz.
Mãe, mulher que sempre cuidou do nosso Pai e ainda cuida.
Mães, que por muitas palavras que sejam escritas sejam elas mais ou menos bonitas, ou nem por isso, nunca dirão o que representas para nós teus filhos e teu marido.
Cuidaste de nós e do nosso Pai, quando ele veio da maldita guerra sem sentido, de braços abertos o recebeste e o aceitaste com os problemas de saúde que ele trouxe com ele, fazendo valer e dando realidade aos votos de casamento que dizem “ na saúde e na doença” mesmo estando ele muitas vezes ausente de casa por via de estar muitas vezes internado no hospital.
Como esposa e já como Mãe, cuidaste da tua família como o alicerce da casa que sempre foste, nunca descurando teu marido, mesmo sabendo do seu fraco estado de saúde.
Suportas-te muito e muito mais sofreste todos esses anos por via do amor que nutres pelo teu marido, nosso Pai.
Acredito que sem esse amor, nosso Pai não tinha conseguido forças para suportar tudo que passou.
Lembro dos teus cuidados para com ele desde que eu era pequenino até aos dias de hoje.
Recordo também quando tu para poupar o Pai e como ele ás vezes estava no hospital, teres nos colocado numa escola perto do teu trabalho e de nós de manhã irmos contigo, mas acabou por não dar certo, pois estávamos habituados a estar perto do Pai.
Como eu recordo.
Como esposa e mãe eu te agradeço, por tudo que fizeste e tudo que conseguiste.
Não esquecendo as vezes que nos encobrias para não levarmos bronca do Pai, mas isto é segredo que não saia daqui. Eh eh.
Vocês sempre estiveram presentes.
Mas se tens valor pela esposa e Mãe que és, também pela mulher tens que se lhe diga.
Alias se não fosses grande mulher, nas tuas outras funções não podias ter o mesmo valor.
Agradecemos-te pela mãe que és e pelo Pai que nos deste.
Se escrevo um livro a falar do amor é porque tive quem mo deu.
Vocês.
E sabes que mais?
Tudo o que voçês dois passaram por nós, VALEU A PENA.

Amar aos 40 (36) Pai, o meu Herói.

Um homem da guerra veio.
Muito viu e não gostou.
Temeu pela sua vida, mas conseguiu voltar.
O sorriso da sua esposa encontrou.
O amor de seus familiares o abraçou.
Partiu para a guerra com um filho nascido.
Após a guerra e depois de tudo que passou, de mais dois filhos foi pai.
Da guerra trouxe pouca saúde.
Muitas vezes hás portas da morte esteve.
Mas nessa porta felizmente nunca entrou.
Ainda bem.
Um homem como este é um Herói.
O meu herói.
Esse homem é o meu PAI.
Escrevo PAI em letras grandes porque é um homem com letras maiúsculas.
Homem esse que apesar de sofrer com uma doença que a guerra lhe deu, nunca deixou de ser Homem nem o PAI que foi.
No sofrimento e na dor, um amor pelos seus e esposa sempre teve.
PAI, esse homem esse que apesar da doença o seguir, sempre cuidou dos seus filhos enquanto sua esposa trabalhava.
Acordava-nos para irmos para a escola.
Dava-nos o pequeno-almoço e depois vínhamos a casa onde o almoço nos esperava.
Ao final da tarde depois de nos dar o lanche para depois cumprirmos com nossos deveres escolares.
Com lágrimas escrevo porque desses momentos tenho saudade.
PAI, de nós sempre cuidaste, pois a guerra deixou-te marcas que te impediram de trabalhar.
Mas nunca te impediram de ser um bom PAI.
PAI, depois de tudo por que passas-te
Não sei onde amor foste buscar
Para de nós cuidar.
Depois de tudo o que viste na guerra, camaradas que contigo foram, mas
que contigo já não voltaram.
Pessoas que viste morrer nos hospitais onde passaste uma parte da tua vida.
Os sustos de sentires que te ias, mas ainda bem que ficaste.
Enfim, por tudo isso, te devo respeito por tudo.
Lembro com saudade quando íamos ao Salgueiros.
Quando vínhamos com o avó para o Marquês ou com os tios Berto ou Fredo.
Todos juntos no Estádio mas ao mesmo tempo todos longe uns dos outros.
Que saudade.
PAI és o meu ser perfeito.
As palavras amigas que falaste, fossem de forma carinhosa ou a advertir-me, todas elas serviram para o meu crescimento.
PAI, olha para dentro de ti e vê o amor de todos nós dentro de ti.
Que sempre estejamos dentro do teu coração.
Jamais poderás olhar para dentro de ti e nunca nos veres.
Uma lágrima cai, mas não é de emoção.
É de amor e querer ser como tu.
Lembranças de infância são boas quando existe um PAI como tu.
Quando o meu filho diz que sou o melhor pai do mundo, eu digo logo que lamento mas o melhor pai do mundo sou eu que o tenho.
Se conseguir ser um pouco do PAI que foste para nós, já me sentirei realizado.
PAI, nós amamos-te.

Os problemas dos Docentes são só a avaliação?

Temos assistido a muitas manifestações promovidas pela Fenprof a respeito da avaliação.
Mas não temos assistido ao mesmo sindicato vir defender a público que os professores estão sobrecarregados de trabalho também pelo facto de as Escolas que dependem dos funcionários que os Centros de Emprego costumam enviar para as mesmas, chegarem tarde e a más horas.
Enquanto os referidos funcionários não chegam, são os professores que têm de zelar pelo trabalho que cabia a esses não docentes.
Em algumas Escolas de Gondomar por exemplo só a dois meses e meio depois de começar as aulas, foram colocados funcionários mesmo que da colocação dos mesmos dependesse o início das Actividades Extra Curriculares.
Ou então da falta que existe nas escolas de meios de segurança para os docentes e pessoal não docente.
Será que a Fenprof só tem olhos para a avaliação?
Não existem mais problemas com os professores?

Amar aos 40 (35)

Não pares nas lembranças
Não fiques no passado
Caminha em frente
Não olhes para os lados
Não penses no que podias ter feito
Não teimes em viver assim
Pensa no que podes fazer
Passado não se apaga
Mas dele não podes viver
Passado faz parte de nós
Mas não tens que viver dele.
Não caminhes passos que tantas vezes já caminhaste
Pois como poderás a algum lado chegar?
Não mais caminhes por passos que não te permitem caminhar em frente
Apenas em círculos
Dessa maneira como podes em frente caminhar?
Porque viver momentos maus ou bons que há muito aconteceram, quando novos momentos podes fazer acontecer?
Vive hoje, não vivas o que já viveste
Caminha o que não caminhaste
Descobre novos passos e caminha-os com a firmeza de que queres em frente andar
Para que mais tarde não penses no que podias ter feito e não fizeste
Anda, vai em frente.

Amar aos 40 (34)

As vezes sinto a dor do amor.
A dor que é amar-te e não te poder ver, sentir-te nos meus braços.
Amor esse que me faz sentir a tua falta se não te vejo nem que seja por apenas algumas horas.
Estava tão só, perdido, sem deseja.
Tu me encontras-te.
Se nunca vir o sol outra vez.
Se nunca voltar a sentir o teu calor.
Se nunca mais sentir a força do mar.
De que adianta viver?
Amor eu quero te dar o meu sorriso, o meu amor.
Dá-me a tua mão e deixa-me te guiar pelo nosso amor.
Amor este que é puro como o sorriso de uma criança.
Amor que existe quando o sol nasce e quando o sol se põem.
Permite-me mostrar-te o quão verdadeiro o nosso amor é.
Sem mascaras, sem falsidades nem palavras enganadoras.
Nunca mais nos sentiremos sós.
O amor tem o sacrifício de todo o passado ficar para trás.
Esse sacrifício eu quero cumprir. Nas entrelinhas do amor esta escrito que sou teu para todo o sempre. Contigo irei permanecer enquanto tu me queiras amor.

Amar aos 40 (33)

Não peço mais do que dou.
Não peço mais do que ser amado para amar.
Não quero saber de desculpas para não te dar atenção, pois por mim tens sempre a maior atenção.
Não me sinto atraído por mais ninguém, a não ser por ti, pois igual nunca vi.
Não peço nunca que me ames mas sim que me deixes te amar.
Não peço teu coração, pois dele não sou digno, mas sim que aceites o meu coração.
Nada do que sinto por ti é ao acaso, mas foi num acaso que te descobri.
Acaso da vida que de acaso passou a momento mais verdadeiro.

Amar aos 40 (32)

Tudo pode acontecer.

Mares, ergam-se vossas águas.

Montanhas, movam-se vossas pedras.

Montes, que vós se movam.

Arvores, andai. Nações, amem-se.

Tudo que é impossível aconteça pois apenas uma coisa realmente é impossível acontecer.

Meu amor por ti acabar.

Isso eu acredito, jamais acontecera.

Jamais.

Blue System-For the children

Numa altura em que se fala tanto dos maus tratos dados ás crianças por pessoas cobardes, que se vingam em quem não se pode defender, deixo aqui esta letra de uma musica que foi feita por Dieter Bohlen para a UNICEF no ano de 1996.

Blue System-For the children

Há uma criança que morre de fome

Há uma criança que morre na guerra

E a necessidade de ajudar fica mais forte

Existe muito que não podemos ignorar

Há uma criança que vive em perigo

Há uma criança que vive na dor

Há uma criança a quem é um estranho

Elas precisam de amor, a nossa mão

Oh, algum dia vamos viver juntos

Em um mundo de harmonia

Porque nós nunca desistir dele, e nós nunca vamos perder
Vamos lá crianças, canta comigo

Para os filhos do amor

Queremos a paz neste mundo

Para os filhos do amor

Para cada menino e cada menina

Para os filhos do amor

Queremos alegria e queremos diversão

Para os filhos do amor

A liberdade só para todos


Há uma criança que perdeu seus pais

Há uma criança que perdeu os amigos

Se não há ninguém que lhes permite obter

Ah, essa história nunca termina

Ah, hoje vamos ficar juntos

E nós sabemos o nosso destino

E nunca desistir dele, e nós nunca vamos perder Vamos lá crianças, canta comigo

Acreditar no amor - a liberdade é para todos

Para as crianças do mundo

Queremos para todos.

Amar aos 40 (31)

Amor, ao som de uma melodia quero contigo dançar, amar, percorrer todas as barreiras da vida.
Dá-me liberdade nos sonhos para contigo sonhar e numa melodia mágica te levar a uma felicidade que nunca tenhas sentido.
Quero ouvir teu coração pular de alegria, felicidade, sentir que vês as estrelas mesmo sendo dia.
Quero quebrar todas as regras se preciso for e te fazer feliz.
Quero te amar até morrer.
Chama por mim e eu vou ter contigo aos teus sonhos mais profundos e te farei a mulher mais feliz do mundo.
Permite-te ser amada e desejada por quem te ama e realmente se preocupa em fazer-te feliz.”
(O livro em si já vai perto das 90 páginas, aqui apenas algumas declarações, pois acreditem que o melhor ainda está para vir, mas essas partes primeiro vão ser lidas pela pessoa amada a quem este livro é dedicado, além de outras mais da familia.)

Amar aos 40 (30)

Tantas idades percorri.
Tanta vida atrás deixei.
Amei e fui amado.
Amei quem não merecia, e não amei quem me entendia.
Tantas vezes enganei e fui enganado.
Tantas coisas desejei e não sei se o que tive foi o que mais desejei.
Mereci o que obtive?
Não sei, a idade hoje diz que umas coisas sim, outras nem por isso.
Toda a juventude que tinha para dar à vida que DEUS me deu e não dei.
Tantas amizades que ganhei e tantas mais que perdi.
Amigos que perdi, amigos que nunca vi.
Amor eu mereço?
Acredito que sim, pois amor nunca neguei.
Se à pessoa certa não sei, mas quem sabe não é tarde demais para amar na idade da certeza, na idade dos quarenta.
Amar quem temos e nunca vimos quem tínhamos, ou quem nunca vimos que estava ali o tempo todo e nunca abrimos o coração para essa pessoa.
Pessoa essa que esperou por nós quer sempre estejamos com ela ou acabamos de a conhecer, mas por essa pessoa nosso coração se abriu e o nosso amor ao seu encontro foi, não se arrependendo de a ela se ter entregado.
Não quero saber se a essa amada me vou entregar, nem se vou sofrer.
Que mais da vida vou esperar?
Está na hora, de entregar o amor a quem to veio buscar e a essa pessoa entregar.
Amar quem nunca amei, amar quem agora vejo que não amei e ainda não me entreguei.
Viver o que não vivi, sentir o que nunca senti, receber o que nunca recebi.
Amor seguro de ti mulher de quarenta que sabes o que queres e por quem queres.
É por ti que me entrego ao amor e por amor que a ti me entrego.
Aceita-me nesta altura da vida em que não me arrependo do que vivi e não vivi mas que agora contigo quero viver, mesmo que contigo sempre tenha vivido.

Amar aos 40 (29)

Tinha tanto para te falar, e não me pudeste ouvir.
Não podias.
Tanto precisei de um ombro amigo, um ouvido para me escutar e não estavas lá.
Eu estava naquele momento só mais os meus problemas.
Eu estava só.
A solidão era minha única companhia.
Não tinha ninguém.
Naquela altura precisei de alguém e não tinha ninguém.
Porque é sempre assim?
Preciso de falar.
E ninguém para me escutar.
É isto a solidão?
É ela que se me apresenta?
Então é com ela que falarei.
Porque na hora que mais preciso é ela quem esta lá.
A solidão.
Com ela desabafei e tudo botei para fora, embora ela não responde-se.
Ela não tem forma de gente.
Não diz que nos ama nem que nos odeia.
Não diz que sempre ao nosso lado estará.
Mas é ela que sempre encontramos quando de alguém precisamos.
Mas não é com ela que quero falar.
É contigo, meu amor.
É contigo, tu que és gente, que me escutas e aconselhas e me ajudas com tuas palavras.
É contigo ombro amigo.
É contigo.”

Amar aos 40 (28)

É nos sonhos que me encontro comigo mesmo.
É nos sonhos que te encontro.
Sonhar para mim, não é uma ilusão.
É uma maneira de viver.
De te ter sempre ao meu lado.
É um mundo em nos encontramos sempre que queremos, sempre que nos desejamos.
Onde nada é proibido
Onde tudo nos é permitido.
Podemos nos encontrar, nos amar, desfrutar de momentos mágicos que só nós nos podemos dar. Eu sonho contigo junto a mim, não só para nos termos fisicamente, mas também para trocarmos olhares, palavras vindas do fundo do coração.
De podermos num abraço dizer-mos um ao outro; eu amo-te.
Quantas vezes confundi sonhos com realidade, de tão real que era estarmos juntos nos meus sonhos.
Quero acreditar que a morte é um sonho eterno pois se assim for serei o morto mais feliz, pois estarei na eternidade contigo.
Mas sempre é pouco, pois quero sempre mais.
Sempre já eu penso em ti.Tu és a minha realidade, o meu sonho de felicidade que sempre pensei só existir nos contos infantis.

Badaró, obrigado.




O humorista e comediante Badaró morreu hoje aos 75 anos vítima de cancro.
Lamentavelmente aconteceu.
Já neste blog escrevi a respeito deste senhor que tantas vezes nos fez sorrir, mesmo quando estamos tristes.
Interpretando o “chinesinho Limpopó” entre ouros personagens que muito nos fez rir durante alguns anos.
Homem de forte personalidade, capaz de assumir toda e qualquer personagem, falando o que entendesse, doe-se a quem doe-se, este senhor deixou um vazio que até hoje nenhum outro actor comediante jamais preencheu.
De todos os Portugueses, enviamos à família enlutada os nossos sinceros pêsamos.

Aqui fica um dos últimos trabalhos feitos por este Senhor da comédia.
http://www.youtube.com/watch?v=UUcCU5aTiHA

O poder da palavra.

"Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém."
Por aqui se pode ver que nós guiamos nossas vidas como melhor nos provem, mas nem sempre decidimos o que melhor nos provem.
A sabedoria das palavras, é que lê-mos o que todos lêem, mas nem todos seguimos o que está escrito.
Todos temos as palavras que o outro quer ouvir, mas nem sempre as que esse que conta connosco precisa de ouvir.
Palavras essas que podem moldar um ser humano e fazê-lo ver que nem sempre o que parece é.
Como experimentar drogas é o mais lhe parece certo, quando sabemos que não é.
O roubar a melhor via para ficar rico, quando vai haver um preço a pagar por isso.
Enfim n de coisas que podemos ajudar principalmente os jovens e muitas das vezes apenas assistimos sem uma mão ajudar.
Estamos a ser tão culpados como aquele que atira alguém para a morte.
Que seus dedos sempre escrevam o que tem de ser dito. nunca o que queremos ouvir.
Que sempre que divulga algo, sempre divulgue algo construtivo.

Conselho Transitório.


Realizou-se este sábado (25/10/08) um encontro que veio preparar os pais que integram o Conselho Geral Transitório nos nossos agrupamentos de Escolas.Este é um encontro que se deve louvar, pois os pais ao abrigo da nova Lei Gestão Escolar Lei 75-2008 de 22.04.2008, vão passar a fazer parte dos novos Conselhos Gerais Transitórios, que depois passará a Conselho Geral de Escolas.Muitos desses pais ainda não receberam uma formação de como actuar nem como interagir com os restantes parceiros desse Conselho.Como esperamos que os pais possam colaborar para uma melhor escola, se não forem preparados para tal?Não é só criar uma lei e coloca-los lá de pára-quedas.Há que formar para melhor trabalhar e foi isso que eu e mais umas dezenas de pais vimos neste sábado.Só é pena que iniciativas destas não partam de quem cria as leis, pois quem as cria é que devia de dar pernas para elas andar.Vão nos valendo Federações como a Federação Associações Pais Concelho Gondomar que sempre vão passando para os pais o que é necessário saber e fazer.E a AP da Eb1 da Triana, esteve presente nesta reunião através do seu membro que está no Conselho Geral Transitório, Sr. Daniel Fernandes.Do nosso agrupamento fez-se presente também a Sr.ª Cecília Sousa, da AP da EB1/J.I. de Pedrouços.

Selecção Nacional. A crise continua.

Artigo escrito por mim e publicado no Jornal de Noticias de Domingo dia 19/10/08 na página do leitor n. 26.

Eis a nossa selecção.
Como ela esta maltratada.
Só de pensar que 3 jogadores que estavam em campo valem no mercado de trabalho do futebol 100 milhões de euros da que pensar.
Como podem valer tanto e nada jogar?
Como pode haver tanto desinteresse na camisola da nossa Nação?
Nos clubes eles jogam, na selecção promovem-se.
Estes últimos jogos são de chorar e pedir para nunca mais.
Jogadores da selecção dos anos 60 que ainda forem vivos, eu peço-vos para que voltem ao activo e ensinem estes miúdos com a mania que são estrelas como se honra a camisola.
Como se joga à bola sem interesse financeiro.
Como se mostra em campo futebol e se fala menos.
Ajudem estes "pobres coitados" que se acham estrelas.

Crise.

Estamos todos numa crise sem precedentes.
Até ai nada de novo.
Nós os cidadãos comuns, não é de agora. Mas o curioso é que agora que chegou aos bancos todos gritam e ninguém ouve.
Quando era só o cidadão comum a sofrer com os efeitos desta crise todos assobiavam para o ar, agora que chegou aos bancos é o desespero total.
Mas aos bancos todos governos socorrem, agora ao cidadão comum......
Agora a crise é admitida por todos e todos combatem a crise, mas pergunto eu, quando os bancos voltarem aos lucros astronómicos também vão repartir com o Estado? Quem souber responder que o faça.

Ana Ribeiro, encontrada.

Lamentavelmente Ana Ribeiro foi encontrada já sem vida.
Aqui quero enviar de todos bloguistas um profundo pesar.
Nada que se diga ou escreva poderá atenuar a dor.

Ana Ribeiro

Mais uma jovem portuguesa desaparecida.
Ana Ribeiro de 14 anos residente em Gaia.
Como é portuguesa não se vê a mesma acção dos média que se viu na menina inglesa. Nem se vê a mesma acção policial.
Como é portuguesa quase ninguém fala.
Será que é preciso os pais serem ingleses, irem para os copos e abandonarem os filhos para haver uma maior publicidade ao caso?
Até quando esta diferença dos média e autoridades, de tratar tudo que é estrangeiro melhor do que é português?

Amar aos 40. (27)

quem festeje um golo.
quem festeje um titulo.
quem comemore uma descoberta.
Quem festeje um reencontro.
Quem comemore uma descoberta cientifica.
Por um bom negócio.
Por tudo se festeja.
Eu também festejo.
Pela tua presença na minha vida.
E esse festejo, eu comemoro todos os segundos da minha vida.

Filho, amo-te.


Filho, por ti a vida que era minha, eu te a dei.
Não vivo para mim, mas sim para ti.
Tudo se tornou secundário, até o meu ser.
Por ti e para ti, eu me tornei homem sem vontade de nada fazer sem em ti pensar primeiro.
Contas mais na vida de teus pais, do que um dia poderás imaginar.
És o sonho de uma vida, e fazes-me ser um pai de sonho.
Sonhei sempre como era te ter comigo, como seria ser pai.
Agora sei, que nunca saberei essa resposta até que um dia me digas; Pai valeu a pena tudo que fizeste por mim.
Aí sim, eu saberei se valeu a pena.
Teu sorriso é meu pulmão, tua alegria meu coração.
Márcio, amo-te mais que a mim mesmo filho e por ti, mas só por ti, as lutas enfrentarei para que possa dizer; o meu filho é feliz.

Amar aos 40. (26)

Sabes, afinal não és parte de mim.
Não és a minha metade.
Minha meia vida.
Não és minha quem eu pensava que virias a ser.
Queria-te para comigo dividires minha vida.
Para comigo partilhares uma casa
um dia eu pensei.
Para juntos dividir-mos uma vida eu pensei em ti.
Tal já não é possível.
Pois tu em mim, não és parte mas sim um todo.
Não és meia vida pois toda a minha vida tu és.
És além do que eu pensava que serias.
Comigo já estás, não para dividir mas sim para seres a minha vida.
Minha casa já partilhas, pois estas sempre comigo.
Em dividir contigo eu pensei, mas a ti eu me entreguei e contigo não divido, apenas partilho.
Pois tu tens-me totalmente para ti meu amor.

Amar aos 40 (25)

"Pelos mares do oceano, que nos cercam por todo lado.
Pelos montes que subimos e sua beleza intransponível.
Por todas as montanhas que escalamos e ao pico chegamos.
Por todas as flores da natureza que nos embelezam os campos.
Por toda a beleza que o sol nos mostra quando nasce.
Por toda a beleza do pôr-do-sol.
Por toda a beleza das cascatas que jorram água cristalina.
Por toda a beleza da terra.
Por todo amor espalhado na terra.
Por todo carinho e ternura que existe.
Por tudo isso e muito mais que existe, eu digo que te amo."

Caldo de Nabos – saborosa tradição.


O marco de abertura deste evento gastronómico será com a actividade denominada “Caldo de Nabos, em Família”, onde uma dezena de famílias ornamenta uma “Mega Panela de Três Pernas”.

Fonte : CM-Gondomar

Como é sempre importante manter as tradições, nós estivemos lá.

Amar aos 40 (24)

Amor, desacreditado eu estava em relação ao amor, sem crença na possibilidade de haver um amor real entre duas pessoas. Sem acreditar que alguém pode-se amar outra pessoa como a si mesmo, sempre vivi desconfiado dessa palavra amor. Talvez porque nunca a tinha sentido por ninguém nem sentido que alguém o senti-se por mim. Quando esse significado da palavra amar tarda em chegar em nossas vidas, ficamos sem acreditar ser possível amar.É tarde amar e ser amado aos quarenta, mas mais vale tarde que nunca. Conhecer o amor tão tarde tem mais significado porque estamos na idade do saber o que queremos, sem olhar para trás. Apenas o que sabemos que queremos. É assim amar aos quarenta. Amar na idade certa quanto a mim. Tenho pena de não te ter conhecido mais cedo, mas tudo tem hora para acontecer. Esta foi nossa hora. Se esta historia é verifica ou apenas um conto? Que dizes amor? Conto a verdade? Ou deixo no mistério? Será que há algo para contar? Se é um conto nada há para contar. Se é verdade, como podem duas pessoas casadas contar que amam-se quando há crianças no meio? Que fazer deste nosso amor a não ser vive-lo como se o mundo acaba-se a cada dia que passa?

Amar aos 40 (23)

Meu coraçao esta feito em pedaços. Afinal nao era ela. Mas entao quem é minha amada? Sonhei casar e sempre amar e ser amado, mas casei amei e nao fui amado. Sonhei e nao fui correspondido. Aceitei e nao fui aceite. Conheci e fui um desconhecido. Correspondi e nao fui correspondido. Entras-te na minha vida e a mim deixas-te de fora. Agora estamos os dois de fora. Nao mais nos pertence-mos apesar de ainda juntos viver-mos. Ja nao ha amor a fonte que nunca jorrou secou. Agora estamos numa vida que o deixou de ser. Nao ha mais vida. Nao ha mais amor. Acabou. Agora amo quem me mostrou que os sonhos tem razao de ser. Que o amor nao é um conto como este conto. Que a vida tem vida quando amamos. Que o amor é verdadeiro quando à amor.

Amar aos 40 (22)

Depois de um dia de trabalho e saudade de te ver, eis que chega a noite.
Altura em que temos três sentimentos opostos.
Noite essa que é magica e me preenche meu ser, o meu viver e o meu amor. Sentimentos esses que me superam. O de alegria por te ver nem que seja pela Web CAM, o de saudade porque só no dia seguinte te verei novamente.
O de tristeza porque quando chego à cama não és tu que lá estas.
Queria tanto te ter junto de mim, nem que nada mais pudéssemos fazer além de trocar olhares amorosos, maliciosos, carinhos de afecto, enfim tudo que possas imaginar.
Como bom seria ter minha rainha nos seus aposentos ou nos meus se possível fosse.
Nesse dia não haveria cama, apenas uma casa a ser percorrida pelo nosso amor.
Nada mais escutávamos a não ser nossas juras de amor. Nossas palavras contando os nossos desejos.
Tudo isto à noite e na noite somos um só do outro, não somos casados nem pais de filhos, só dois amantes no auge do seu amor, no auge dos seus 40 anos de idade em que sabemos o que queremos e como queremos.
A noite somos só nos, um casal que nunca devia ter casado pois afinal éramos um do outro. Mas os filhos.........
A noite já cá esta, vamos namorar? Descansar não quero, quero te amar.
É noite, meu amor.
É a nossa altura de sermos um do outro.
Amor, já se nuvem os pássaros, o dia esta a nascer, vamos dormir como se estivéssemos juntos, na mesma cama. Boa noite amor, amo-te.

Amar aos 40 (21)

Tens sempre tempo.
Amor, não sei como fazemos mas temos sempre tempo um para o outro.
E tu, como uma boa amada tens sempre tempo para o teu amor. Sabes, tu sempre me escutas, sempre estas ai e mesmo sem obrigação dás-me atenção.
Escutas minhas magoas de juntos não podermos estar, meus desabafos de um casamento acabado que nunca devia ter começado, minhas tristezas de não ser teu de corpo mas só de alma, pois é muita a distancia e a situação que nos separa.
Ambos casados mas só felizes quando nos encontramos no dia 29 do mes perfeito do ano que ainda estamos, na noite em que nos encontramos num PC chocamos um com o outro e depois de ver nossos rostos nunca mais nos deixamos.
Falamos, conhecemo-nos e entendemo-nos.
Sem contacto físico e só a falarmos um com o outro fomos tendo conhecimento do que era afinal o amor.
E tu sempre com tempo para mim, tal como a esposa perfeita que eu não tenho, mas que ao mesmo tempo tu és.
Porque amar é estar lá onde nos precisamos e quando precisamos.
Não só quando somos precisos.
Tu tens sempre tempo.
Tempo para escutar, para ser escutada. Para amar e ser amada.
Tempo para dizeres; estou aqui, e para me teres aqui.
Tens sempre tempo.

Amar aos 40 (20)

O coração bate, esta quase.
Sinto o meu coração a chamar por sua dona.
Ele chama por ti.
Sabe que em breve, estaremos juntos ainda que longe um do outro.
Separados por centenas de quilómetros, a distancia parece curta quando falamos por telemóvel ou Net.
Não há distancias para nós nessas alturas.
Daqui a pouco estou contigo, bem juntinho ao meu amor através do computador. A distância impede o contacto físico, mas não o contacto do coração. Esse, está 24 horas perto de ti.
Sempre contigo no pensamento, a esperar que um dia ficaremos unidos para todo sempre.
Falamos, matamos saudades, conversamos de nosso amor, de nossos sonhos e objectivos, enfim, somos dois namorados de um amor proibido.

Amar aos 40 (19)

Posso te ligar?
Estou com saudades tuas.
Posso te ligar meu amor?
Preciso de ouvir tua voz.
Preciso de sentir que estas do outro lado a me ouvir e tua voz escutar.
Tenho de te ouvir nem que seja por um segundo.
Posso te ligar?
Deixas-me te falar para meu coração ter esse consolo de ouvir
sua dona, a mulher que o tomou?
Posso te ligar, já que juntos não podemos estar?
Amor, se não te poder ligar deixa-me GRITAR para que me ouças dizer; quero-te amar para sempre meu amor.
Posso me declarar?
Posso te declarar senhora de minha vida?
Posso te ligar e dizer que dependo de ti?
Posso?
Podes atender para que tu minha rainha saibas que este teu súbito aguarda o dia em que te poderá beijar e se declarar seja onde estiver?
Eu preciso te ligar, tenho de contigo falar.
Não posso mais meu amor calar, só porque ninguém pode escutar, nosso amor proibido.
Posso ligar?
Então atende amor, atende a este meu pedido.
Que bom atendes-te, já te posso falar, que estou a me apaixonar cada vês mais por ti.
Ouvis-te meu gritar a pedir para contigo falar, num grito que vai do Norte ao Sul, do Porto a Beja, de coração a coração.
Amo-te amor, escuta-me só, eu a dizer esta palavra aos 40 anos de vida eu disse amo-te.
Palavra essa que me deste a conhecer e nem casado eu a tinha descoberto.
Amor antes que a chamada caia, escuta, eu quero-te ligar mais.
Escutar-te mais vezes, ouvir-te dizeres que me amas, mas principalmente que és feliz comigo.
A vida não nos permite estar juntos mas ainda assim amor, eu sou feliz pois temo-nos um ao outro.
Posso te mais vezes te ligar?
Posso?

Novo ano Escolar

Mais um ano escolar se inicia.
Estamos perante um ano em que inicia com muitas mudanças na maioria das escolas. Desde a passagem da gestao das escolas primarias para as camaras municipais a tantas outras mudanças, é preciso que os PEE tenham um acompanhamento ainda mais de perto junto dos seus educandos. Os PEE, as AP's e as escolas, tem oportunidade de este ano em que é dada a hipotese de todos estarmos mais inseridos na vida escolar dos nossos educandos, de fazer mais e melhor.É importante agarrar esta oportunidade.

Amar aos 40 (17)

Princesa da minha vida tu eras, encantas-me, com tua magia, personalidade e tua maneira de ser.
Cada vez mais a Princesa que eras, foi ganhando a minha vida, meu coração, meu amor e tudo em mim. Em pouco tempo, invadis-te todo meu espaço, meus sonhos, o meu pensamento. De Princesa que para mim eras, à Rainha que agora és para mim.
Rainha do meu, espero ser teu súbito, escravo do teu prazer, se para isso te podér ter em minha vida.

Amar aos 40 (18)

Amar aos 40 (18)
Quem devemos amar?
Quem um dia prometeu amar para todo sempre num altar, ou quem nos ama mesmo sem nada prometer?
Quem devemos amar?
Quem realmente amamos ou quem deveríamos amar?
É justo não amar quem nos ama porque uma aliança temos no dedo de quem demonstra não nos amar?
Quem é justo que amemos?
Quem mesmo estando a distancia demonstra mais amor por nos, ou quem mesmo estando do nosso lado esta mais distante do que quem nos ama?
Eu amo quem me demonstra amor, não quem deveria demonstrar amor.
É ser infiel?
Não.

Amar aos 40 (17) Amor de Mãe.

Amar aos 40 (17) Amor de Mãe.
Amor, vejo-te a amar e ser amada por uma criança, que te enche de felicidade. Vejo-te ser mãe na afirmação da palavra e não apenas ser. Não deste à luz para apenas dizer; Sou mãe.
Deste à luz para essa criança amar, respeitar, cuidar, ensinar os valores mais fundamentais da vida e respeita-la como criança e filha. Se todas fizessem isso.....
Tantas crianças eram bem mais felizes.
Vejo teu amor por tua filha como um amor supremo, em que ninguém toca e nosso amor é apenas um pouquinho comparado ao vosso.
Mas contente eu fico que assim seja, pois ninguém de fora pode se meter num amor tão de dentro. Ciúmes não tenho, só felicidade por vos ver felizes e vontade de um dia partilhar convosco tamanha alegria.
Lutas-te muito por essa filha, tudo fizeste para que ela viesse a este mundo para partilhares com ela o amor, carinho e felicidade que em ti transborda.
Meu amor por ti aumenta ainda mais por ver teu amor por mim e por ela.
É bonito de se ver uma filha à sua mãe dizer; Mãe eu gosto muito de ti. Mãe eu amo-te.
É lindo.
Mãe e filha a brincar e carinhos trocar.
Mãe tu és, mãe serás e como mãe tua filha te amara, e como amiga te terá.

Amar aos 40 (16)

Entrei na tua vida para te fazer feliz.
Mas acabei por dar por mim cheio de felicidade.
Entrei nos teus sonhos para te fazer teres sonhos felizes.
Mas sonhos belos a mim me deste.
Desejo-te pela manha bom dia.
Mas meu dia fica melhor ainda depois de te desejar bom dia.
Desejo que sempre estejas comigo.
E dou-me sempre contigo em meu pensamento.
Já não sei escrever sem ser a falar do nosso amor.
Só escrevo para falar de ti.

Não desistam de amar.

A quem pensa que o amor a/o abandonou, quero te dizer que será que o encontrou?
Tenho visto muitas pessoas lamentarem-se de sua sorte, dizem que não querem mais saber do amor, que só lhes trás dor.
Não façam isso.
Vale a pena procurar o amor.
O verdadeiro amor.
Se queres chorar, chora.
Se te apetece gritar, então grita, mas não te enterres junto com uma relação que não deu certo.
Não sejas um cadáver que só se esqueceu de deitar no caixão.
Deixa que a felicidade te encontre.
Não feches o coração para o amor e felicidade.
Pode demorar mas vais encontrar.
Pensas que para mim é fácil falar porque estou bem?
Sim estou bem, mas agora e já estou quase nos 40.
Porque só agora? Não sei. Mas veio na hora certa.
Por isso posso falar.
Porque já sofri, chorei, revoltei-me e dei a volta por cima. Num olhar descobri que era ela a pessoa amada. E ela descobriu-me a mim.
Não desistam por favor não caiam nessa asneira.

Amar aos 40 (15)

Derrubado eu fui.
Derrotado pelo que pensava que era o amor.
Chorava por estar só novamente, que raio de vida que de vida nada tinha.
Tanta solidão.
Nunca entendia porque não dava certo com nenhuma mulher.
Que raiva eu sentia.
Mas hoje percebo e agradeço nada ter dado certo.
Eras tu quem me havia de dar a felicidade tão pedida.
Era em ti que viria a descobrir o amor.
Agora penso; ainda bem que nunca nada data certo.
Assim pode ter o coração aberto para o amor.
Para o verdadeiro amor.
E ver que afinal a vida é Bela.

Amar aos 40 (14)

Vejo no teu olhar sinceridade de um amor verdadeiro.
Vejo no teu falar doçura de quem fala com amor.
Vejo que sabes do que falas porque sentes o que é amor verdadeiro.
Tudo isso eu vejo.
E tudo isso eu vejo na pessoa que amo e que me ama a mim.
Como poderia nao ser feliz com alguém assim?
Vejo também que assim a vida é Bela.
Amo-te meu amor, minha vida.
Sou feliz.

Amar aos 40. (13)

Amor, hoje é domingo, dia dedicado aos namorados para se encontrarem, namorarem, matar saudades quando não se podem encontrar durante a semana.
Agora temos todos os meios para falar-mos mesmo à distancia, mas à uns anos atrás, termos o domingo para namorar já era uma alegria.
Hoje, mesmo a distancia podemos falar, ver-nos um ao outro, trocar sorrisos, enfim, podemos namorar como duas pessoas que se amam.
Um dia estaremos juntos, quem sabe num domingo á tarde como dois jovens que os pais só lhes deixam sair ao domingo.
Para passearmos pela cidade, pelo campo, ver o pôr-do-sol juntos numa rocha da praia que será a mais Bela praia enquanto tu lá estiveres.
Nesse pôr-do-sol poderei te dizer o quanto és importante na minha vida.
Ou melhor, poderei te dizer que és a minha vida e sem ti não vejo dia seguinte.
Posso parecer tolo mas é assim que sou, um tolo apaixonado.
Como a vida é Bela contigo.

Amar aos 40 (12)

Estava na praia pensativo a observar a força das ondas do mar.
Força essa que não se via, mas sentia-se nas ondas, arrastando tudo que vinha com elas.
Força essa que move tudo e todos.
Força essa que não se vê mas sente-se, que existe e sabemos que está lá.
Essa força tanto trazia a água do mar, como a levava.
Essa força o que dava, também tirava.
Via as ondas que dominavam o mar, e ele impotente, obedecia as ondas fazendo tudo o que elas queriam, indo ele para onde as ondas mandavam.
O mar com a sua magnitude é incapaz de controlar a força das ondas, apenas lhes obedece.
Assim é a força do amor.
Não se vê, não se toca, não tem corpo, mas tem alma e sente-se no nosso interior.
Não se controla para onde ele vai, nem para quem vai.
Assim que nossos olhos vêm, ou nossos ouvidos ouvem a pessoa em questão, sabemos que é essa pessoa.
Não podemos controlar por quem nos apaixonamos, mas podemos a conquistar todos os nossos dias das nossas vidas.
Nesse dia na praia pode entender a força do amor.
Ele não se vê, mas é o que mais se sente por todas as pessoas.
É o que todos os humanos têm mais em comum.
Nesse dia na praia meu amor, eu entendi que a força que não se vê é a mais forte.
Nosso amor é a força mais forte que existe.
Assim como a força do mar dava a água e depois tirava, assim a força do amor dá-nos o amor também o tira se não o cuidarmos.
Acabei por vir da praia mais feliz do que já estava por te amar, pois descobri que mais ainda posso te amar e te fazer sentir amada.
Assim a vida é mais Bela.

Amar aos 40. (11) Pensamento unido.

Quando penso em ti, eis que estas a pensar em mim.
Quando as saudades apertam, recebo uma chamada tua a dizer; estou a pensar em ti.
Quando meu corpo deseja o teu, os dois ficam suados como se estivessem interlaçados um no outro.
Sinto o teu beijo e eis que nossas bocas ficam com o gosto uma da outra e seus calores de desejo.
Quando sonho contigo, eis que estas la à minha espera para sonharmos juntos.
Nossos pensamentos cruzam-se como se estivéssemos juntos e não houvesse distancia entre nos.
E não há.
Nossos corpos não precisam de estar em contacto para estarmos em perfeita união, apenas nosso amor.
Quando penso em ti, estou em mim, pois somos um só.

Amar aos 40. (10)

Amor, está tudo acabado.
Não adianta mais esconder.
O que sinto por ti, faz-me ver que o passado terminou.
Sou assim e nada há a fazer.
Mais cedo ou mais tarde, todos saberão o significado deste amor, que não tem dor.
Nós podemos conseguir se quisermos, e assim o passado está acabado.
Amor, acabou, o nosso amor venceu.
Diz-me amor, que correu mal no passado para não te ter encontrado mais cedo.
Os anos que perdemos, a felicidade que podíamos há muito ter tido.
Iríamos acabar por nos encontrar.
Sei que sim.
O amanha, é para sempre, ao teu lado com todos sacrifícios que a vida tem.
O amanha, és tu meu amor.
A minha vida é contigo.
A vida é Bela.

Amar aos 40 (9). Esperei……

Esperei descobrir o que era o amor, durante toda minha vida.
Esperei para sentir o que é ser-se amado.
Esperei sentir um dia, um sentimento que me ultrapassa-se de todo o que até então eu havia sentido.
Esperei por ti meu amor, que me fizesses sentir o que só em sonhos sentia.
Desesperei e pensei; não vou nunca saber o que é isso de estar apaixonado, viver só para aquela pessoa, o que é sentir que alguém nos ama de verdade.
Esperei.
Esperei e num acaso ou obra do destino te encontrei quando estava preparado para amar.
Esperei e tu sempre ali, há espera de ser amada e eu agora pronto para ser amado.
Esperei estar pronto mas não estava.
Esperei saber o que fazer com este sentimento mas ele é mais forte do que eu e me desarmou e me faz entregar-me todo, de corpo, alma e coração.
Esperei mas finalmente te encontrei.


Livro: Amar aos 40.
De minha autoria.
http://estadodasnacoes.blogspot.com/

Amar aos 40 (8) Perguntaram-me........

Perguntaram-me meu nome e eu respondi; Amado.
Perguntaram-me como estava e eu respondi; Apaixonado.
Perguntaram-me se estava tudo bem comigo, e disse eu; Bem amado.
Perguntaram-me se era poupado e eu falei; não, eu esbanjo todo meu amor e não o poupo com a pessoa amada, porque para que poupar no amor?
Perguntaram-me se já tinha conquistado a dita mulher amada e eu respondi; não, pois enquanto estou aqui ainda não lhe disse que a amava, e não se conquista ninguém, vai-se conquistando a pessoa todos os momentos em que estamos com ela.
Perguntaram-me que mais gostas de fazer; e eu respondi, amar a pessoa amada e ser amado.
Perguntaram-me qual tua prenda preferida, e eu falei; essa não a peço pois já a tenho.
Perguntaram-me qual era a prenda e disse eu; ter sido me dado a conhecer o amor.
Perguntaram-me o que era para mim a vida e eu afirmei; a vida é Bela.

Amar aos 40. (8) Se contigo falho……

Amor, contigo nenhuma falha quero ter.
Contigo nunca quero errar, nem nada de errado pensar.
Contigo não penso errar, mas se acontecer, perdoa-me.
Quero ser para ti o amor-perfeito, mas se não o sou quero que me ensines a amar em perfeição o amor da minha vida.
TU.
Tu que me ensinaste a amar não mereces que contigo venha a errar.
Mas errar é humano?
Então humano não quero ser.
Errar para que?
Quando em vez de errar, se pode amar?
Falhas eu vou ter, e não vou me perdoar, mas ao menos tu, se contigo falhar, espero que me venhas a perdoar.
Falhar pode acontecer, embora espero não falhar.
Mas viver na falha, isso meu amor nunca vai acontecer.
Porque o meu amor por ti é mais forte que as falhas.


Livro: Amar aos 40.
De minha autoria.
http://estadodasnacoes.blogspot.com/

Aborto espontâneo.

A todos as mulheres que passaram por ter pelo menos um aborto espontâneo, deixo aqui minha homenagem e desejo que superem isso, que é uma sensação terrível e indesejável.
Toda a mulher que passa por isso não deve ouvir lamentos nem criticas ou se lhe atribuir culpas.
Com certeza que se pudessem, não passariam por isso.
É horrível e quando mete raspagem ainda mais o é.
Essas mulheres necessitam de muito apoio, de carinho e de ouvir palavras como: Força, na próxima consegues; Então menina, força e toca a dar a volta por cima, etc.
Nunca palavras de bota a baixo e que lhes façam sentir culpadas do que não são.
Muitas querem e volta a acontecer, mas não desistem.
Falo por experiência própria.
E foram duas vezes.
Até que a terceira nasceu o meu filhote, com mais energia do que a que eu consigo acompanhar.
Quer isso tenha acontecido, uma duas ou cinco vezes, nunca desistam.
Há quem já tenha passado por cinco tentativas e na sexta conseguiu.
Nunca baixem o ânimo.
Falar é fácil?
É.
Mas falo do que vi e acompanhei de perto.
Não é fácil, mas é por isso que as mulheres têm a força que têm.
Deixo aqui estas palavras de homenagem e de obrigado por não desistirem e graças a isso terem dado a luz vidas que pelo que passaram são ainda mais amada.
Bem ajam a todas.

Amar aos 40 (7)

Amor, sinto o chão a me fugir, o ar a me deixar, a minha boca a deixar de sentir o sabor das coisas, minhas mãos sem tacto, meu coração sente-se perdido, abandonado, a angustia me invade e me toma a alegria que habita em minha alma, tudo isto por pensar que um dia te poderia perder.
A minha vida só é vida se comigo estas, se entre nós há paz, amor e carinho, e isso não nos tem faltado.
Ainda assim, quero-te ganhar a cada dia que passa, conquistar tua companhia, merecer teu amor, ser digno de em teu coração estar.
Ser digno de te amar, poder estar contigo quando fisicamente não estas comigo.
Sentir que apesar da distancia ser grande, estamos mais próximos do que nunca.
Amar outra pessoa não quero amar, contigo sempre quero ficar.
Acordo e não te vejo em corpo mas vejo-te em alma.
Estas comigo nos meus sonhos e em meu coração, o que me consola no meu dia a dia.
Sem ti, estou perdido no tempo, a vaguear pelo tempo, sou corpo sem espírito, sou gente perdida que não tem identificação possível pois não existo.
Sem ti nada sou nem gente.
Acordo sem vida, mais valia não acordar.
Ando sem rumo, de que me serve ter pernas para andar.
Tenho braços, mas de que me servem senão para te abraçar, mesmo a distancia.
Sou sem ser, um ser que não tem ser.
Não, eu não quero viver assim, por favor acordem-me deste pesadelo, tirem-me daqui, por favor, por favor.
Sem ti nada, mas nada existe.
Fazes-me falta e isto tudo que eu aqui escrevi apenas por nos desencontrarmos e estar um dia sem te ver, nem que fosse através de uma Webcam, senti que estava perdido.
Foi quando me lembrei de olhar para dentro, dentro do meu coração e afinal lá estavas tu, aconchegada em meu amor a dizer-me; AMOR, ESTOU AQUI..

Livro: Amar aos 40.
De minha autoria.

Amar aos 40. (6)

Olá meu amor.
Vou te contar meu sonho.
Adormeci ao som de uma balada, escutada enquanto eu sonhava contigo.
De repente no meu sonhar, viajava eu contigo para uma ilha sem nome.
De repente já não estava deitado na minha/nossa cama onde mesmo estando distantes eu a partilho contigo, pois estas sempre comigo.
Senti algo diferente, pois olhava e via-te de frente a mim e no teu rosto eram só sorrisos, sorrisos de felicidade, onde se podia ver através de teus olhos que não havia tristeza alguma em teu coração, era tudo felicidade.
Senti que naquele momento eu enchia meu coração com toda a felicidade que me transmitias sendo que tu também eras contagiada por a felicidade que eu te dava.
Mas se eu te dava felicidade era porque a recebia de ti, do teu amor por mim.
Era uma loucura, nós dois ali naquela ilha a viver um amor que seria impossível naquele momento fisicamente mas que ao mesmo tempo era tão real.
Trocamos olhares, beijos de fogo, carinhos de ternura e amor e fazíamos amor como se fosse a ultima vez que o faríamos.
Aproveitávamos para fazer juras de amor eterno e com essas juras viveremos pois são as mesmas que temos na vida real.
Declaramos o amor que temos um ao outro e sobre essa declaração demos nossas vidas um pelo outro.
Entreguei-te meu coração, com o teu fiquei e prometi-te cuidar bem dele e nunca magoa-lo.
Naquela ilha eu descobri que o amor não é só a palavra mas também actos.
Por em pratica o amor que tenho por ti, é o meu desejo que te prometi fazer na ilha.
Abracei-te com fogo de paixão, mas também carinhosamente, como de uma flor se trata-se para não machucar.
Tão depressa éramos fogo e paixão a rolar pela areia daquela ilha, como dois gulosos pela vida, dois insaciáveis, dois selvagens no sexo que não era sexo mas sim puro amor, como também éramos um casal pacifico, que só queria trocar carinhos e miminhos até que seus corpos aquecessem e pedissem algo mais. Muito mais.
De repente nossos corpos enquanto trocávamos quentes beijos, eis que levitávamos no ar, voando sobre todos sem que ninguém nos visse pois éramos apenas um sonho e por onde passávamos as pessoas deixavam suas lutas e guerra fúteis e começavam a sorrir para elas próprias, ficavam em paz interior e com vontade de amar seus amores fossem eles seu par, crianças ou vizinhos, enfim as pessoas sentiam o nosso amor que as contagiava sendo que a nossa felicidade dava a volta ao mundo, tendo nós voltado para a ilha, ainda mais felizes, não tendo por um segundo descolado desse beijo que ardia em nossas bocas.
Se mais sonhei, desculpa não me lembrar, mas amei o que me lembrei e para ti falei.
Desta forma te digo, que se não mais acorda-se, morreria feliz contigo naquela ilha.
Sabes, a vida contigo é Bela.

Amar aos 40 (5).

Duas pessoas caminhavam pela praia ao encontro da maré só ouvindo as ondas do mar, percorrendo a areia molhada vendo o pôr-do-sol a ficar mais intenso, intenso como o seu amor o sol parecia uma chama viva, viva como o amor que esse casal sentia um pelo outro, chama essa que lhes aquecia a alma o corpo no frio da noite, noite essa que se aproximava ao encontro desse casal.
Casal esse que na loucura do momento belo que vivia não via nada mais naquela praia, só eles existiam nesse mundo, foi um passeio que lhes tinha levado à loucura total em que eles descobriam nesse exacto momento que jamais poderiam viver um sem o outro.
A noite entrou e eles permaneciam na praia namorando, se aquecendo no frio da noite mas com a chama acesa nos seus corpos do amor que tinham um pelo outro.
O amor era tal que se entregaram em pleno de fervor num beijo, terminando apenas largos minutos depois, para descanso de seus lábios.
Depois seus corpos pediam mais, mas depois numa troca intensa de olhares descobriram que ainda não era a hora certa para mais avançar.
Por ali ficavam, não seguiriam em frente pois não queriam estragar o momento com uma decisão que ainda não tinham ponderado.
Ao se despedirem daquele local, beijaram-se e como por magia nesse momento sem nada falarem e sem seus lábios descolarem eis que disseram SIM é agora e se entregaram de corpo e alma na sua primeira relação de corpo e alma.
Como por magia eles descobriram que afinal não há tempo para programar o amor, mas sim o amor programa tudo nas nossas vidas.
E assim mais um casal vinha embora da praia preenchida de amor, amor esse que mesmo antes de se entregarem um ao outro tinha ficado mais forte ao ponto de ouvirem falar a alma um do outro.

Amar aos 40 (4).

Depois no luar, um casal a namorar e a seus prazeres se iriam entregar, entre a brisa da noite e o calor dos corpos, eis que o prazer tinha razão de ser e de acontecer para um acto se consumar no amor de duas almas e dois corpos apaixonados e entre a brisa e o calor de seus corpos, o amor fluía de dentro para fora mas mais era pedido aos dois pois era pouco se amarem só naquela altura, teriam que ficar juntos.

Amar aos 40 (3)

Dos lábios que me beijaram, dos braços que me abraçaram, já não lembro, nem sei, são tantas os que me amaram, são tantas as que amei, mas tu que rude contraste, tu que jamais beijaste, tu que jamais abracei, só tu em minha alma ficaste, de todas as que amei.

Amar aos 40. (2)

Aqui estou eu, apaixonado e entregue a uma paixão que me consome todo o meu amor.
Eis me aqui meu amor, entregue à tua alma, ao teu amor, entregue de alma e coração.
Eis me aqui para te amar e minha vida te dedicar pois a vida é BELA para mim e nunca será mais a mesma depois de te ter conhecido.
Foi a 29/07/08 data essa em que começamos a contactar com mais força e que eu vi que estava a ser tomado por ti, pela tua pessoa, pelo teu amor.
Não é algo físico pois a distancia nos impede desses contactos, mas sim da pessoa que és meu amor.
Da tua maneira de ver a vida, da maneira que me vez, da maneira que olhas, de tudo em ti meu doce.
Não imaginava que o amor fosse tão belo.
Casado há 15 anos e descubro agora que não era amor que tinha pois amor é o que sinto agora.
Não amo por sexo, não amo por fantasias sexuais que não se tem no casamento, não é por isso.
Nem posso trocar pois há filhos no meio, e a distancia impede de estarmos juntos e não há como vivermos juntos.
Troco apenas no meu coração pois esse chama por ti e se troco é porque dás-me o amor que mais ninguém dá.
És a tal, a que os meus sonhos chamam, a pessoa que queria ver pela manhã, a pessoa que passo a ver sua foto no telemóvel, a tal que quando desejo estar com alguém, eu clamo por ti.
Nosso amor é quente como as temperaturas em BEJA, como o sol do Algarve, e límpido como a água das nascentes do Caramulo.
Como vez nosso amor percorre todo Pais, é Nacional e o que é Nacional é bom.
Posso dizer muito mais de ti e vou dize-lo com certeza.
Neste livro, vou gritar em silêncio o que não posso dizer da boca para fora.
Os dedos falam no teclado o que não podem falar os lábios, mas se estivesse contigo mais falariam os dedos ao passar com minha mão no teu corpo, te acarinhando.
Um dia quem sabe…

Livro: Amar aos 40.
De minha autoria.

Amar aos 40.

Amar aos 40.

Afinal o verdadeiro amor existe, mesmo que seja descoberto aos 40 anos de idade.
É possível amar, descobrir emoções que nunca sentimos mesmo já depois de casados.
Descobrir que afinal o amor só aparece na hora certa, mesmo que seja com a pessoa casada ou com outra pessoa.
Sabe bem dizer “eu sei o que é o amor”.
Mesmo que essa pessoa esteja longe.
Mesmo que comece por simples “olá tudo bem” e depois da aquele clic e nosso ser passa a só ver aquela pessoa.
Essa pessoa que surge como o vento, que passa e leva tudo com ele, assim essa pessoa leva o coração de quem apenas olhou para ela, por curiosidade, atracão, simpatia, enfim por algum motivo.
Esse coração que sente o que nunca sentiu antes, mesmo que seja casado ou muito vivido, fica inofensivo e sem hipótese de se defender do amor, que tudo leva, seja o carinho, as lágrimas, o afecto, tudo mas mesmo tudo.
É possível viver com alguém muitos anos e de repente descobrir que aquela pessoa que esta ao nosso lado é mesmo a “tal” ou não.
Que afinal é a amiga ou a desconhecida que num encontro casual, seja num passeio, na net ou de outra maneira qualquer, que é essa pessoa que queremos para toda a vida.
Vida essa que nunca será a mesma.
Seja essa pessoa de perto de nós ou de um Pais bem lá longe, ou simplesmente do Minho ou Beja.
Se descobrimos o amor, devemos vive-lo seja de que maneira for.
Como dois adolescentes apaixonados?
Não.
Como dois quarentões que já sabem o que querem da vida e como querem fazer da vida.
Ainda que nunca possam viver juntos, que se possam amar apenas amar à distância, esse amor é possível.
É possível porque nem só de contacto físico o amor existe, embora se possível ainda melhor.
Como se amam duas pessoas que vivam longe por motivos de trabalharem em Países diferentes ou internados em hospitais ou os que por infelicidade estão presos?
Eles amam-se à distância, mas amam-se.
Estar sempre ansioso por uma mensagem da pessoa amada, receber com carinho suas chamadas como se fosse a ultima vez que isso acontecesse, para sempre frisar que “eu amo-te”.
Nunca deixar de dizer isso pelo menos duas vezes por dia.
Ao acordar e ao deitar.
Olhar no rosto da pessoa, seja pessoalmente, ou por ecrã, e interronper a pessoa e falar “olha eu amo-te”.
Por muito que nós olhemos a preconceitos o certo é que devemos ser FELIZES.
Seja por quem prometeu nos amar, mas não o cumpre, seja por quem mesmo sem prometer ou assumir compromissos nos ama e faz-nos felizes.
Eis o que penso sobre este assunto.
Vá lá, sejam felizes com quem vos ama.
Essa sim é a pessoa a quem deveis amar e por quem deveis ser amada.
A traição existe, mas o que é trair?
Amar quem realmente nos ama?
Ou negar o amor de quem nos amos por um amor que nada nos diz, pois se assim fosse nosso coração não deixava mais ninguém entrar.
Pensem nisto e digam algo ao vosso coração.


“Esta mensagem é um Pensamento, algo que é minha opinião própria.
Não é um incentivo a traições.”

Perdoar dividas.

A dívida externa de São Tomé e Príncipe a Portugal, no valor de US$ 35 milhões (R$ 88,7 milhões), foi perdoada com a assinatura em São Tomé de um acordo entre os dois países.
O anúncio do governante foi feito em Maputo, no final da cerimónia da dívida de Moçambique a Portugal, no valor de 249,5 milhões de euros.

Ora meus amigos, nós estamos ricos em perdoar dividas em cima de dividas a outros paises e as nossas finanças andam a penhorar casas aos nossos Portuguêses por dividas ao PAIS?
Como pode isto?
Então que são os estrangeiros mais que nós?

Benefícios Escolares. 2

No dia 24/07/2008, foi tomada uma medida pela Câmara de Gaia, que segundo o vereador da Educação da mesma é histórica.
A medida tomada foi a de serem dados livros Escolares a TODOS os alunos do Ensino Básico e do 1º Ciclo de todo aquele conselho.
Esta medida vai abranger cerca de 12000 crianças.
Há coisas boas na vida, não há?

Benefícios Escolares. 1

São cerca de 400 mil alunos carenciados que vão poder beneficiar no Ensino Básico e Secundário de refeições e manuais escolares gratuitos.
Esta despesa representa um investimento de 73 milhões de euros.
Afinal existem boas notícias, não?

Médico agressivo.

Já nada me surpreende no Ministério Público.
Então não é que o Ministério Público pediu o arquivamento do caso de um médico que além de ameaçar a integridade física de 38 vizinhos ainda pôs em prática essas ameaças dando uma machadada num dos vizinhos.
Este caso passou-se em Vila Franca de Xira.
Talvez se a pessoa em questão não fosse médico, estaria até em prisão preventiva.
Mas o que pode levar o Ministério Público a considerar esta ameaça pública inimputável por sofrer de esquizofrenia paranóide?
Quando é a própria Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo a o dar apto para voltar a exercer medicina?
Médico esse que tem uma criança fruto de uma relação com uma jovem doente psiquiátrica que segundo fonte da Segurança Social esteve para ir viver para uma instituição de acolhimento por sofrer maus-tratos em casa.
Tudo isto nas barbas da nossa Justiça. (?)

Quinta da Fonte; Bairro de ricos?

Estes acontecimentos do Bairro da Quinta da Fonte em Loures trouxeram a público outra questão que eu considero importante.
Se cerca de 80 a 90 % dos moradores deste bairro vivem do Rendimento Mínimo ou de outros subsídios que os nossos políticos lhes dão, como é possível que nas reportagens que passaram na TV ver esses moradores se queixaram que lhes tinham roubado os seguintes bens: Plasmas, home cinema, dvd, aparelhagens, playstation, etc. etc.
Tudo coisas que muitos de nós que trabalhamos, com muito custo conseguimos ter.
E muitos dificilmente conseguimos comprar todas essas coisas, se queremos cumprir com nossas obrigações.
Então e se acabarem os subsídios estas pessoas vão viver do que?
A grande parte, ou até mesmo nenhum deles nunca deve ter descontado para a Segurança Social e mesmo assim é sustentado por todos nós.
Aliás essas pessoas devem ter subsídios muito altos pois essas coisas só se vendem a dinheiro vivo pois não têm descontos para compras a crédito.
E ainda pagam uma miséria de renda a câmara pois a maioria nem chega aos 5 euros.
É para isto que o Estado gere o nosso dinheiro dos descontos que tanto nos custa a ganhar?

Loures, racismo ou incompreensão?

Temos acompanhado estes problemas em Loures que mais não são do que guerras de droga e racismo, mas será que já paramos para pensar que esta situação poderá se espalhar pelo resto do Pais?
Em todo lado tem ciganos e africanos a viver perto uns dos outros.
Quem nos garante que essa situação não se irá espalhar em forma de vingança?
E depois quem são os africanos para expulsar alguém de algum lugar de um Pais que os recebeu (embora muitos sejam clandestinos) e com que autoridade o fazem?
Não teremos nós que governar apenas a nossa casa e deixar a Nação para os políticos e a policia?
Quem é quem neste Pais?
Quem são aqueles que pelo jeito nem trabalham para justificar os abonos que recebem, para tirar o sossego de quem não tem culpa de pessoas que não fazem nada na vida andem aos tiros?

Passe Escolar.

Eis algumas boas noticias dados pelo nosso Primeiro Ministro:

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a criação do passe escolar nos transportes públicos (entre os quatro e os 18 anos) e um alargamento da acção social escolar nos ensinos básico e secundário, triplicando o número de beneficiários.
Na abertura do debate do estado da Nação, na Assembleia da República, José Sócrates afirmou que o novo passe escolar garantirá "uma redução para metade do valor mensal de assinatura de cada tipo de transporte".
Em relação a esta medida, o primeiro-ministro apontou dois exemplos de redução: em Lisboa, o passe L1,2,3, que custa 52,3 euros, passará a custar metade; o passe "andante", no Porto, em que já há uma redução de 25 por cento para estudantes, custando 17,6 euros, passará a ter o valor de 12,45 euros.

Fonte : JN.

CM PORTO

A cidade do Porto e o Norte, continuam a ser preteridos em relação a Lisboa e o Sul.
Cada vez mais fico farto de ver que querem dividir os portugueses.
Não que os lisboetas tenham culpa, mas que o melhor (em dinheiro claro) vai lá parar, lá isso vai.
É só ver a diferença de valores entre a reestruturação da zona ribeirinha do Porto e a de Lisboa.
A zona ribeirinha de Lisboa vai beneficiar de 400 milhões €.
Duas vezes mais o orçamento da CM PORTO.
Aqui fica uma declaração do Presidente da câmara portuense retirada do site da autarquia:

“O Presidente da CMP aproveitou também para chamar a atenção dos investimentos previstos para a frente ribeirinha de Lisboa em contraponto com a do Porto. "Veio a público que a frente ribeirinha da capital terá 400 milhões de euros de investimentos para a sua reabilitação, quase tanto como dois orçamentos da autarquia portuense, e a frente do Porto tem ideias...", disse Rui Rio, criticando a opção do actual Governo.”

Convivência nas Escolas

Venho neste cantinho divulgar um espaço chamado Convivência nas Escolas.
Criado pela Associação Nacional de Professores, este espaço tem uma linha de apoio para quem sofre com o bullying.
O número dessa linha é o 808968888.
Esta linha está disponível tanto para os pais que pretendem ajudar os seus filhos, como para as próprias crianças ou jovens que sofram com esta pratica comum (infelizmente) nas nossas Escolas.
A Associação Nacional de Professores, aconselha também as vitimas destas práticas a procurar ajuda na própria Escola e alertar o director de turma.
Só assim podemos acabar com esta praga, tanto nas Escolas como na sociedade.

Boa nova para os Docentes?

Uma boa noticia para os Professores (creio eu).

Os próximos concursos de Professores serão realizados em moldes diferentes do habitual, trazendo vantagens para a comunidade Escolar.
Sendo que a partir de Janeiro os Professores passaram em vez dos actuais quadros de zona pedagógica, os Docentes ficaram ligados à Escola de forma estável e com claras melhorias para desempenhar o seu trabalho visto que terão a duração de 4 anos.
Esperemos contudo que assim seja, para que os nossos filhos e familiares tenham um ensino de qualidade com qualidade.

Os sindicatos.

Ora como de costume cá temos mais um sindicato chateado.
Só porque o Ministério da Educação resolveu primeiro informar a Nação de uma decisão que tomou sem primeiro falar com o sindicato.
Agora pergunto eu o que a FNE ( Federação Nacional da Educação ) é mais que os restantes cidadãos deste Pais para que tudo o que o ME resolva mudar tenha primeiro que lhes dar satisfação? Será que haverá maneira melhor de informar todos inclusive os próprios docentes destas mudanças do que pela própria pessoa que as faz e que explica porque as faz?
Agora a FNE já vem dizer que tem a mesma posição do Governo nesta matéria.
Se calhar queriam ser eles a dar a noticia.
Só que o Governo deve divulgar o que bem quiser ao Pais E não só a uns como antigamente.
Afinal somos todos eleitores e contribuintes.

Inquérito.

Partilho com vocês um inquérito que me foi feito via Net.


Certezas? --------Poucas.

Dúvidas? -------- Muitas.

O que é certo? ---- Já nem sei.

O que é errado? ---------Tudo o que me pesa na consciência.

Consciência? ------------Ainda a tenho? Creio que sim.

Crê? ----------Sempre.

Em tudo e em todos? --------De maneira nenhuma. Em poucos.

Podemos acreditar? -----Quando nos dão motivos.

O amor existe? -----------Quando queremos que sim.

Amor forçado? ---------- Nunca .Só amado.

Pensa na vida? ---------- Como não?

Amigos? ---------------- Os verdadeiros.

Pai amigo? -------------- Pai acima de tudo, mas amigo do seu filho.

Impor respeito? ---------- Merecer respeito.


Merecemos algo? ---------- Nem tudo mas a algumas coisas sim.

Dar atenção? --------------- Sim, e receber também.

A vida é para…..? ------------ Para ser vivida.

Tudo nos é lícito mas…. ---- nem tudo nos convém.

E assim terminou. Aproveito este inquérito para dar a conhecer um pouco mais de mim.

A sociedade do sabe tudo e bota abaixo.

A nossa sociedade sofre da doença crónica do quem sabe sou eu e bota abaixo.
Para isso não há cura, só tratamento.
Cada um é que tem sempre razão e os outros nunca fazem nada de jeito, sejam eles quem forem ou tenham o grau de sabedoria que tiverem.
Quer queiramos, quer não, a outra pessoa nunca tem que ter mais razão do que quem pensa que tudo sabe.
Sempre houve quem se acha-se dono do saber, da razão e do mandar, mês meus amigos (as) será que tem mesmo de ser assim?
Porque será que custa tanto ao ser humano admitir que afinal o outro tem razão e está a fazer um bom trabalho?
Hoje mais do que nunca se vê isso na politica, no futebol, nos sindicatos, etc. e tal.
Quando vamos ver nas noticias um politico a dar razão a outro politico de outro partido a dizer: Fez um bom trabalho.
Quando vamos poder ouvir alguém que tenha entrado num cargo a elogiar o que saio desse cargo pelo trabalho que fez?
Claro que se fizer melhor trabalho melhor para ele e para quem ele serve.
Que bom seria se ninguém tivesse razão e todos fizéssemos por merecer a razão.

Como eu digo neste Blog em Acerca de mim, Nada sei e tudo aprendo, nunca nada saberei porque morrerei aprendendo sem tudo saber.

De minha autoria.

Calendário escolar para o ano lectivo 2008/2009


Eis o novo Calendário Escolar dos nossos filhos para o próximo ano.
Consulte despacho em ME

O meu, o nosso Salgueiros voltou.


Soube esta Segunda-Feira na edição do jornal A Bola, que o meu clube de sempre o Salgueiros vai renascer na 2ª distrital.
Nem imaginam a alegria que senti por finalmente isso acontecer.
Desde pequenino, que meu Pai me levava a ver os jogos no extinto Vidal Pinheiro.
Arrepio-me só de pensar nisso e confesso que me vem uma emoção de saudade e alegria por esses tempos vividos.
Era raro sair com meu Pai por isso quando saiamos ou era para ir ao Salgueiral ou para ir na feira do livro, ainda no tempo em que se realizava na Rotunda da Boavista.
Agora finalmente poderei levar eu o meu filho e ir ainda com meu Pai ver o meu Grande Salgueiros.
Saudades e esperança são um sentimento um pouco contraditório pois levam-nos a recordar e desejar algo que nos marca para toda a vida.
Sou Salgueirista não porque meu Pai me levou um dia ou me obrigou a ser, mas sim porque aprendi a gostar daquele clube como se fosse algo que estivesse à minha responsabilidade, que tivesse de cuidar.
Quando tinha menos de 18 anos cheguei a ir ver dezenas de jogos ao extinto Vidal Pinheiro e mesmo quando perdíamos, o Salgueiral era o maior.
Agora voltamos a nascer na distrital, mas assim como o ser humano, que quando nasce também é pequenino e vai crescendo, até se formar na sabedoria dos mais velhos.
Agora este meu clube chama-se Sport Clube Salgueiros.
E viva o Salgueiros sempre.
Pai, o nosso Salgueiros voltou.

Melhoria de resultados nas provas de aferição 2008

1.º ciclo

Os resultados das provas de aferição do 1.º ciclo revelam que cerca de 90 por cento dos alunos do 4.º ano realizaram provas com sucesso, atingindo níveis de desempenho positivos, tanto em Matemática como em Língua Portuguesa.
Salienta-se uma recuperação significativa a Matemática, onde a percentagem de alunos com desempenho positivo passa de 81 por cento para 91 por cento.
O nível de Muito Bom é alcançado em Matemática por cerca de 15 por cento dos alunos, e, em Língua Portuguesa, por 6 por cento. Comparativamente, a percentagem de alunos com níveis de desempenho claramente insuficientes é muito residual (inferior a 1 por cento).
Adiante-se que as provas de Matemática e Língua Portuguesa, em 2008, são equivalentes em complexidade e dimensão às de 2007.
Enquanto a melhoria dos resultados se regista, sobretudo, nas componentes relativas ao conhecimento explícito da língua, as maiores dificuldades surgem na compreensão de textos informativos e poéticos, mais do que de textos narrativos.

2.º ciclo

Já no 2.º ciclo, os resultados indicam que os níveis de desempenho positivo nas provas de aferição foram atingidos por 90 por cento dos alunos em Língua Portuguesa e por 82 por cento em Matemática.
Isto aponta para uma recuperação significativa a Matemática, onde a percentagem total de alunos com desempenhos positivos passa de 59 por cento para 82 por cento.
Tal como no 1.º ciclo, também neste é muito residual a percentagem de alunos com níveis de desempenho claramente insuficientes, tanto em Língua Portuguesa como em Matemática.
Por fim, as provas de Matemática e Língua Portuguesa, em 2008, são equivalentes em complexidade e dimensão, às de 2007

FONTE: ME

"Professores cépticos com resultados das provas"

No Português, as notas positivas no 6.º ano são mais 8% do que em 2007 e os "Muito bom" passaram de 1,1% para 4,6%. Aumentou também a percentagem de provas classificadas com "Bom" (34,2%), enquanto diminui a de provas com "Satisfaz" (54,6%).
No 4.º ano, a quantidade de positivas manteve-se, enquanto o número de melhores notas desceu 4,4%. É prova, insiste a ministra, de que não há facilitismo. As dificuldades, diz, são visíveis na compreensão de textos informativos e poéticos. Sem ter recebido os resultados, a Associação de Professores de Português preferiu não os comentar.

COMO GOSTARIAMOS TODOS QUE ESTA GENTE SE ENTENDE-SE
FONTE: JN

Craques da bola apoiam família carenciada

"Ex-futebolistas profissionais juntaram-se, ontem à tarde, num jogo de angariação de fundos para a família do cantoneiro atropelado mortalmente em Matosinhos."
FONTE: JN

Ora aqui está um bom exemplo de humanidade.
Parabéns a estes jogadores, pois mostraram que são amigos até de quem não conhecem.

Défice de atenção responsável pelo insucesso escolar

"
Os pediatras falam de uma "tolerância excessiva" ao mau ambiente escolar, desafiando os professores a mudar sua capacidade de estimular comportamentos na escola, para evitar problemas maiores e estimular os alunos.
O défice de atenção é hoje a principal causa de insucesso escolar, sendo uma perturbação que atinge cerca de 10 % da população escolar. Entre os principais motivos estão anomalias cerebrais congénitas, síndrome feto-alcoólico, tabagismo materno e toxicodependência materna. Esta é uma das principais conclusões do seminário intitulado "Défice de Atenção na Clínica de Desenvolvimento", numa iniciativa realizada ontem, em Braga, no auditório do Hospital de S. Marcos, pelo Centro de Desenvolvimento Infantil de Braga - em parceria com o Serviço de Pediatria daquele hospital bracarense."

FONTE: JN

Será que este estudo está certo?
Será que são os professores que são demasiado tolerantes ou a má educação já vem deles próprios?

Os Pais e seus Filhos.

Muitos têm sido os Pais que se têm desligado das actividades escolares dos seus Filhos e quem sabe até dos seus próprios filhos.
Exemplo disso foi numa reunião de Associação de Pais com os Pais em que só compareceram 12 Pais sendo que 8 eram membros da AP.
Esta situação mostra o desinteresse total no que diz respeito aos problemas que se passam com seus filhos tanto a nivel escolar como sosial.
A reunião foi amplamente anunciada por isso não faz sentido dizer que foi por falta de informação.
Que mais será preciso fazer para alertar os Pais para que a vida não é só futebol e guerra?

Dia de PORTUGAL

Hoje é dia da nossa nação.
Dia de todos os portugueses.
Respeitemos o nosso PAIS não só neste dia mas sim em todos os dias das nossas vidas.

Memorandos de Entendimento relativos à transferência de competências para os municípios em matéria de pessoal não docente

O processo negocial relativo à transferência de competências para os municípios em matéria de gestão de pessoal não docente das escolas básicas e da educação pré-escolar foi concluído, no dia 4 de Junho, entre o Ministério da Educação (ME), a Secretaria de Estado da Administração Local, a Frente de Sindicatos da União Geral de Trabalhadores e o Sindicato de Quadros Técnicos do Estado.


FONTE : www.min-edu.pt

Alterações ao Estatuto do Aluno reforçam autoridade dos professores e autonomia das escolas

As alterações ao Estatuto do Aluno dos Ensinos Básico e Secundário, publicadas no Diário da República, reforçam a autoridade dos professores e a autonomia das escolas, ao mesmo tempo que simplificam e agilizam procedimentos, conferindo maior responsabilidade aos pais e aos encarregados de educação.


As alterações agora introduzidas são orientadas pelos seguintes princípios:
Reforço da autoridade dos professores e da autonomia das escolas;
Maior responsabilização e envolvimento dos pais e dos encarregados de educação no controlo da assiduidade dos seus educandos;
Simplificação e agilização de procedimentos;
Distinção clara e precisa entre medidas correctivas, de cariz dissuasor, preventivo e pedagógico, e medidas disciplinares sancionatórias.

FONTE :www.min-edu.pt

Saber dizer não.

Num encontro-debate realizado em Lisboa na oficina de Psicologia, duas psicólogas clínicas passaram para os Pais como saber dizer não aos seus filhos.
Falaram sobre a importância das crianças perderem quando levam um não.
Se uma criança nunca perder, nunca lidará com a perda.
Se a criança nunca lutar por algo, nunca desenvolverá traços de persistência e determinaçâo.

Debate: NOVO ESTATUTO DO ALUNO

NOVO ESTATUTO DO ALUNO
facilitador do sucesso educativo ?
Organização em parceria FAPAG com Centro de Formação de Escolas de Gondomar.
4 de Junho de 2008 – 21 horas
Auditório da Biblioteca Municipal de Gondomar.

Porque ser pai e mãe não é só fazer filhos, há que haver uma participação nossa na vida escolar dos nossos filhos.

Estatuto da Carreira Docente

O diploma que regulamenta o regime transitório de avaliação de desempenho dos professores e os respectivos efeitos durante o 1.º ciclo de avaliação, que se conclui no final do ano civil de 2009, foi publicado no Diário da República.

FONTE: Ministério da Educação.

Ministério da Educação

A generalização do ensino do Inglês aos 1.º e 2.º anos e a actualização do apoio financeiro a conceder às entidades promotoras são alguns dos pontos com especial destaque no despacho relativo às actividades de enriquecimento curricular publicado no Diário da República.
http://www.min-edu.pt/np3/2062.html

FONTE: www.min-edu.pt

Um bom exemplo.

As agressões nas escolas são infelizmente frequentes nas escolas de todo MUNDO.
Contudo nos EUA, as autoridades policiais, após as agressões que uma aluna sofreu de oito colegas suas, apenas com o propósito de filmarem tudo e colocarem o filme da agressão na internet, as autoridades prenderam as agressoras de imediato e tendo enviado sete delas menores para um Centro de Detenção Juvenil, e a única maior de idade para a cadeia, tendo saído sob fiança.
Se fosse em PORTUGAL, com certeza eram aplicados castigos irrisórios.
Exemplo do que digo é o que aconteceu numa escola em Matosinhos.
Uma aluna foi agredida por cinco raparigas e o mais provável é que as agressoras ainda “ganhem” uns dias de férias, perdão de “castigo”.
E a escola nem se preocupou em levar a miúda agredida ao hospital.
Senhores (as) governantes desta NAÇÃO, dos EUA não costumam vir grandes exemplos, mas este em que os agressores nas escolas, sejam a docentes, empregados ou alunos, vão para os chamados Centro de Detenção Juvenil, é um exemplo a seguir, nem que fosse apenas durante umas semanas, tenho a firme certeza que esses alunos jamais repetiriam tais actos, pois a taxa de sucesso desses Centros tem sido alta sendo poucos os que lá voltam.
Se vocês, caros governantes, tiverem coragem para agir assim……….

Rui Pedro


Ainda a respeito de crianças desaparecidas venho aqui trazer o caso do jovem Rui Pedro que fez na data de 24.05.08 10 anos que desapareceu. Como ele não é inglês e não tem fundos, também não era turista ainda por cima é português, não teve nestes nove anos uma busca em nada semelhante a outros casos que nós bem conhecemos. Nunca se gastou 500 mil euros a procura-lo como com outra criança bem conhecida. Não esta em questão a criança em questão mas sim o facto de haver dois pesos e duas medidas. Amigos leitores vamos usar todos os meios e os blogs são um excelente meio de divulgação para tentarmos divulgar estes casos ao máximo.Até mails já mandei para certos órgãos de comunicação social estrangeira e acreditem que algumas nunca ouviram falar deste caso. E de quem é a culpa? Do governo pois em vez de gastar dinheiro a divulgar imagens de crianças desaparecidas gasta a divulgar o "ALLGARVE" como se ninguém o conhece-se.
Já chega de termos policia só para os de fora. Vamos também cuidar dos nossos. Divulgo este site com permissão dos pais responsáveis. Obrigado a eles por me deixarem fazer parte desta luta.


Jovem sem carta mata operário e foge

Um trabalhador da Serurb, José Ribeiro, de 47 anos, morreu, ontem de manhã, após ter sido atropelado, no passeio, na Avenida Villa Garcia de Arosa, em Matosinhos. O condutor que o atropelou fugiu, mas acabou por entregar-se à PSP. Foi ouvido, entre as 19 e as 21.30 horas, na Divisão de Investigação Criminal (DIC) da PSP, de onde saiu com termo de identidade e residência como medida de coacção. Tem 19 anos, mora na Senhora da Hora, e, além de não possuir carta de condução, a viatura, que era emprestada, não tem seguro. Segundo a advogada, o jovem "começou a tirar a carta, mas ainda não fez o exame de código".

No caso do atropelamento com fuga, a DIC prosseguia, ontem, com as diligências, que passariam também pelo contacto com o Ministério Público. Ficou decidido que o indivíduo não será presente ao Tribunal de Instrução Criminal e que o processo prosseguirá os trâmites normais. A advogado do suspeito, Ana Espírito Santo, é a mesma que defende o jovem que atropelou dois adolescentes e fugiu, em Março, em Fânzeres. Também nesse caso, o condutor tem 19 anos, não tinha carta de condução, conduzia um carro sem seguro e entregou-se mais tarde à Polícia.

Fonte:JN

Caros leitores, que lei é esta que temos que liberta uma pessoa que mata um homem de familia?
Que advogada é esta que só tem defendido criminosos?
Será que um dia isto não acontecerá ao Juiz que libertou este criminoso ou a esta advogada?
Será que ai eles iriam libertar escroques destes?
O homem está morto mas o seu assasino festeja ai numa discoteca a sua libertação.
É esta a NAÇÃO que temos.

Escola EB. 2,3 Rainha Santa Isabel

Na Escola EB. 2,3 Rainha Santa Isabel em Coimbra, há uma turma do 9º ano que é um caso de êxito, tendo na professora, que também é directora de turma a grande obreira deste êxito.
Sendo o afecto uma chave importante entre esta professora e os seus dez alunos, há também a amizade entre todos e a união de uma turma de Currículo Alternativo e de jovens sem perspectiva, que depressa se criaram laços que levaram já os alunos a carinhosamente a chamarem a docente de segunda mãe.
Um gesto que se deve ao facto da docente estar disponível 24 horas para os seus alunos visto até ter dado o seu contacto pessoal para que eles sempre que precisem tenham na docente um ombro amigo, uma palavra, ou um esclarecimento.
Ter docentes assim nas nossas escolas é um sonho que as vezes se realiza.

Parabéns Professora Marina Quintela.

Filhos

Fazer filhos não é só bom, é fácil, até uma criança de 12 anos sabe.
Criar filhos, isso sim é bom, ama-las, comunicar, ser amigo(a) dos filhos, enfim ser pais é ser tudo.

Estudo do CNE

O estudo do CNE ( Conselho Nacional da Educação ), tem a concordância da Ministra da Educação e da CONFAP, além de outras individualidades conhecidas no meio da Educação.
Estas reestruturações da Organização Escolar do 1º e o 2º ciclos e alargando o ensino Mono docência até aos 12 anos.

Finalmente Suspenso

Finalmente foi suspenso o dicionário do calão e está a ser reformulado pela equipe que o criou, sendo esta a afirmação do próprio presidente do IOT.
Depois de toda a polémica instalada esta era a única solução devido ao conteúdo que na prática dizia que quem não usava drogas era um Zé-ninguém.
Esperemos que o dicionário do calão venha mais bem estruturado e decente.

Manifestações dos docentes.

(Concentração de docentes no Porto e Coimbra ficou abaixo do pretendido)

(Apenas algumas centenas de professores compareceram, ontem, à manifestação regional marcada para as 15 horas, na Praça de D.João I, no Porto, pela Plataforma Sindical dos Professores. Em Coimbra, na Praça da República, o movimento foi semelhante.)

(Dirigentes sindicais presentes na Praça D. João I comentavam que à reduzida participação não será estranho o facto de os professores estarem sobrecarregados com a elaboração e correcção de testes de avaliação de final de período. Mário Nogueira, da Fenprof, tinha outra explicação que "os professores estarem aliviados do que mais os preocupava, a avaliação, fez com que não estivesse tanta gente presente".)

Estas notícias saíram no Jornal de Noticias de Domingo, dia 18/05/08.
Fiquei sem perceber se os Docentes estão satisfeitos com o entendimento assinado, ou se entendem que a luta é mais do sindicato ou dos docentes.
Queria também que se estas manifestações se fossem em dia de semana, dia de trabalho, se mais docentes iriam.

Alunos das primárias vão ter livros de borla.

Com um investimento que rondará 1,5 milhões de euros por ano, a Câmara de Gaia vai pagar todos os manuais escolares dos alunos daquele conselho que estudam nas EB1.
É um investimento importante, na medida que para estas famílias será uma despesa anual significativa, ainda mais nas famílias numerosas.
Além deste importante apoio, serão também criados oito Campus escolares por todo conselho de Gaia.
São duas excelentes notícias que assim têm mais apoio e mais condições escolares.
Será agora de esperar que os conselhos vizinhos sigam o exemplo destas atitudes.
A educação agradece.

Escola da Torrinha no Porto.

Na Escola da Torrinha no Porto, uma escola com mais de 400 alunos, foram feitas obras no Verão passado.
Contudo a Escola ficou pior do que estava.
Senão vejamos.
Antes:
Infiltração de agua.
Portas a precisar de reparações.
Agora:
Inundações e um tecto já caiu.
Portas novas mas empenadas.
Estas denúncias partiram da Associação de Pais (a quem saúdo) que assim demonstrou estar atenta aos problemas na referida Escola onde os seus filhos estudam.
Também de lamentar é o facto de terem tirado os telefones das salas de aula, obrigando a que cada docente que receba uma chamada tenha de se ausentar da sala de aula, perturbando assim o normal funcionamento da aula.
Segundo Matilde Alves, presidente da empresa municipal Domussocial, responsável pela reabilitação das Escolas primarias do conselho, ficou insatisfeita pela situação e pelos fiscais não terem pressionado o empreiteiro a corrigir rapidamente as anomalias.
As obras ainda estão dentro da garantia.
É de lamentar esta situação e ainda mais numa altura em que a nova lei da Gestão das Escolas confere ás autarquias a competência de manutenção das nossas Escolas, mas é de louvar a prontidão da Senhora Matilde Alves em corrigir a situação.

O site da polémica.

www.tu-alinhas.pt é o site mais falado pelos piores motivos.
Um site que se intitula infanto-juvenil, só sabe falar de drogas e ensina como prepara-las.
Não se compreende como podem permitir sites com este conteúdo no on-line.
Já muito contestado pela CONFAP e pela CNIPE, este site mereceu criticas também dos pais que se manifestaram também em e-mails para o próprio site.
Vamos a ver se a justiça tem o bom senso de fechar este site ou pelo menos controlar o que eles publicam.

Badaró

O humorista Badaró faz este ano 50 anos de carreira, data essa que pretende comemorar no nosso Pais com um espectáculo.
Badaró que além de sofrer da doença de Parkinson, luta também com um cancro no estômago.
O nosso conhecido Chinesinho Lipopó, tem aproveitado o seu tempo livre para escrever um livro em que em que relatara toda a sua vida, tanto artística como pessoal.
Foi com tristeza que esta notícia vem aos meus olhos a ler um jornal diário.
Com todos os momentos de felicidade que nos transmitiu através de seus mais variados programas, é com pena que vejo este Senhor de sorriso nos lábios a admitir que sofre.
Não por ser um artista, mas sim porque é um ser humano que nos transmitiu tanta alegria e agora ele mesmo assim ainda continua a nos querer fazer sorrir.
Senhor Badaró lamentamos o que está a sofrer.
Um abraço do povo Português.